Publicidade
Cotidiano
Notícias

FBI considera possibilidade de ataque terrorista em Boston; número de feridos sobe para 125

Em pronunciamento na televisão, o presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu encontrar e punir os responsáveis pelo ataque, sejam eles indivíduos ou grupos organizados 16/04/2013 às 09:38
Show 1
Há informações de que, pelo menos, oito vítimas sofreram amputações
Agência Brasil Brasília, DF

<!-- /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin-top:0cm; mso-para-margin-right:0cm; mso-para-margin-bottom:10.0pt; mso-para-margin-left:0cm; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi; mso-fareast-language:EN-US;}-->

As explosões ocorridas ontem (15) durante a Maratona de Boston, nos Estados Unidos, deixaram pelo menos três mortos e mais de 100 feridos. O caso é investigado pelo FBI, a Polícia Federal norte-americana, que considera a possibilidade de terrorismo. O episódio provocou cenas de pânico e confusão em um dos maiores eventos esportivos do país. O governo prometeu investigar e punir os responsáveis.

Em pronunciamento na televisão, o presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu encontrar e punir os responsáveis pelo ataque, sejam eles indivíduos ou grupos organizados. "Nós ainda não sabemos quem fez isso ou o porque. As pessoas não devem tirar conclusões", disse ele. "Nós descobriremos quem fez isso. Descobriremos por que fizeram isso. Qualquer indivíduo ou grupo responsável sentirá o peso total da Justiça."

Apesar de o FBI considerar a possibilidade de um ataque terrorista, Obama não usou o termo em suas declarações. Obama telefonou para o prefeito de Boston, Tom Menino, e para o governador de Massachusetts, Deval Pactrick, para oferecer ajuda do governo federal. A FAA, a agência que controla a aviação civil nos Estados Unidos, determinou uma zona de exclusão aérea na região das explosões.

Não há, por enquanto, confirmação sobre qual foi o artefato explosivo usado no atentado. A polícia encontrou uma terceira bomba, que foi neutralizada antes de fazer vítimas. Mais tarde, a polícia recebeu várias denúncias sobre objetos suspeitos. A polícia informou que as duas explosões na linha de chegada da maratona foram quase simultâneas.

Um incêndio foi registrado na Biblioteca Memorial JFK, nos arredores do centro de Boston, sem feridos. As autoridades norte-americanas disseram que estão investigando as explosões e o incêndio e que ainda não é possível dizer se os casos estão relacionados. A segurança foi reforçada em edifícios famosos de Nova York e Washington.

Há informações de que, pelo menos, oito vítimas sofreram amputações. Muitas teriam sido atingidos por pregos e parafusos, que teriam sido usados na confecção dos artefatos explosivos. Entre os mortos estaria uma criança, de 8 anos, que estava na linha de chegada à espera do pai, mas a informação não foi confirmada.

A Maratona de Boston é um dos maiores eventos anuais de atletismo dos Estados Unidos e atrai grande número de corredores, além de milhares de espectadores.

Número de feridos

O número de feridos com as explosões na linha de chegada da Maratona de Boston chega a 125, segundo informações do Boston Globe, um dos principais jornais da cidade. Foram registradas duas mortes - entre elas de um garoto de 8 anos de idade, conforme a publicação.

Após a dispersão da fumaça, centenas de pessoas estavam caídas nas ruas, algumas inconscientes, outras seriamente machucadas, incluindo pessoas que perderam membros (como braços e pernas) nas explosões.

Os feridos foram levados para sete hospitais da região. Os que mais receberam foram Brigham and Women’s Hospital com 26 pacientes atendidos, includindo dois em situação crítica. O hospital infantil informou que quatro crianças estão sendo atendidas: uma garota de 9 anos, um menino de 7 anos e duas crianças, de 12 anos e 2 anos, conforme o jornal.

A Maratona de Boston é um dos principais eventos desportivos norte-americanos, com cerca de 27 mil corredores e milhares de espectadores. As imagens das televisões diretas do local mostraram cenas de pânico, com os destroços cobrindo as ruas e os feridos sendo levados em macas. Testemunhas disseram que as duas explosões ocorreram em sequência, uma em seguida da outra e com poucos segundos de diferença, e não simultaneamente.

Segundo o jornal Boston Globe, as explosões ocorreram às 15h (horário local). É feriado estadual hoje em Boston. Relatos indicam que as explosões ocorreram cerca de três horas após os vencedores da prova terem cruzado a linha de chegada.

Segundo a CNN, foi elevado o nível de segurança nas cidades de Nova York e na capital Washington.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que os responsáveis pelas explosões serão identificados e levados à Justiça. "Nós ainda não sabemos quem fez isso e por quê. As pessoas não devem tirar conclusões precipitadas antes de todos os fatos serem apurados. Nós iremos até o final disto. Iremos encontrar quem fez isto e saberemos os motivos. Indivíduos ou grupos serão responsabilizados e levados à Justiça", disse Obama em um pronunciamento de TV.

Publicidade
Publicidade