Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Notícias

FCecon lança mais uma residência médica inédita no Amazonas

A Anestesiologia passou a ser ofertada no último processo seletivo, com duas vagas que serão preenchidas em fevereiro deste ano



1.jpg Ao todo, 11 vagas foram disponibilizadas pelo Programa de Residência Médica da instituição
15/01/2015 às 15:55

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), lançou mais uma nova residência médica inédita no Amazonas, ampliando para seis as especializações oferecidas aos profissionais da medicina na instituição.

A Anestesiologia passou a ser ofertada no último processo seletivo, com duas vagas que serão preenchidas em fevereiro deste ano, conforme o diretor-presidente da FCecon, pneumologista Edson de Oliveira Andrade. Ao todo, 11 vagas foram disponibilizadas pelo Programa de Residência Médica da instituição, para o ano vigente, disputadas por 48 inscritos.



Além da Anestesiologia, a FCecon já oferece em seu Programa de Residência Médica, as seguintes especializações: Cancerologia Cirúrgica, Cancerologia Clínica, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Mastologia e Radiologia e Diagnóstico por Imagem – as duas últimas lançadas de forma inédita no Estado, em 2014.

Todas elas foram credenciadas pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) – Ministério da Educação (MEC). O tempo de conclusão varia entre dois e três anos de teoria e prática acompanhadas por preceptores. As inscrições para o processo seletivo de 2015 já foram encerradas.

O processo está sendo coordenado pela Comissão Estadual de Residência Médica do Amazonas (Cerem – AM) e segue normas rígidas, que vão desde a inscrição, até a seleção, que ocorre em duas fases, explicou Edson Andrade. Entre elas, está a Resolução n° 003/2011, do Conselho Nacional de Residência Médica (CNRM), que recomenda no mínimo 90% da pontuação relacionados à prova escrita e no máximo 10%, à análise de currículo.

“Quando ampliamos o leque de opções dentro do Programa de Residência Médica, reduzimos as chances de o profissional médico recém-formado, ir para outros estados em busca da especialização”, ressaltou o diretor-presidente.

Além disso, destacou Andrade, a ampliação do Programa também atrai médicos de outros estados brasileiros, principalmente os que residem no Norte do País, que têm a oportunidade de crescer profissionalmente dentro da sua própria região.

“A formação de novos profissionais especializados é de extrema importância no âmbito hospitalar também, umas vez que aumentamos nosso nível de excelência, tornando a FCecon, que já é referência no diagnóstico e tratamento do câncer em toda a Amazônia Ocidental, um grande hospital de ensino e promovendo a melhoria na assistência ao paciente, que é nosso objetivo final”, concluiu Andrade.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.