Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
Notícias

Fecomércio aponta que 54,6% dos consumidores pretendem usar o 13º para pagar dívidas

A pesquisa apontou ainda que a maioria dos entrevistados (20,5%) pretende gastar com o presente natalino entre R$ 401 e R$ 500, com uma média de R$ 321



1.jpg Os consumidores vão aproveitar para pagar contas atrasadas, entre elas a de água e de luz, para não ficarem sem o fornecimento
27/11/2013 às 10:31

A Pesquisa de Intenção de Compras e Confiança do Consumidor, da Fecomércio Amazonas, revelou que 54,6% dos consumidores amazonenses pretendem utilizar o 13º salário para pagamento de dívidas neste final de ano. A pesquisa apontou ainda que a maioria dos entrevistados (20,5%) pretende gastar com o presente natalino entre R$ 401 e R$ 500, com uma média de R$ 321.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Amazonas (IFPEAM) no mês de outubro, com aplicação em novembro. Em relação a o que o consumidor pretende comprar nesse período, a maioria (13,5%) afirmou que pretende comprar vestuário, 8,9% árvore/ornamentos para o natal, 1,7% brinquedos, 1,2% sapatos e 0,9% celulares. Um total de 58,5% dos entrevistados informou que ainda não sabem o que comprar. A maioria dos entrevistados (55,3%) revelou que prefere fazer os pagamentos na modalidade Dinheiro ou Débito Automático.  

Quanto à expectativa econômica para os próximos seis meses, a pesquisa destacou que 59,8% dos entrevistados relataram que a situação estará melhor que a atual. Em relação à empregabilidade, o índice deste mês revelou que 57,1% dos entrevistados afirmaram que as chances de conseguir um emprego estão um pouco ou muito melhor quando comparadas ao mesmo período do ano passado.

Pouco mais da metade (50,2%) dos consumidores relatou que a situação econômica atual, quando comparada a de novembro de 2012, encontra-se um pouco ou muito melhor, sendo que 43,3% relataram que permanece igual e 6,5% um pouco pior.

Para os próximos três meses, observou-se que 44,8% dos consumidores acreditam que as chances de arranjar um novo emprego estarão um pouco ou muito mais fáceis que a atual. Para 77,6% dos entrevistados, os preços praticados no comércio varejista de Manaus para o próximo mês continuarão altos. A pesquisa foi realizada por zonas de Manaus junto a 400 consumidores.

* Com informações da Fecomércio/Sesc Amazonas/Senac Amazonas

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.