Publicidade
Cotidiano
Notícias

Festival de Parintins usado como teste de 'megaoperação' de segurança

A atividade é considerada como uma das mais complexas do ano na programação da policial militar do Amazonas, devido ao grande número de pessoas de todas as regiões do país e do mundo que visitam a ilha nessa época. 17/05/2013 às 17:06
Show 1
Festival de Parintins serpa usado como laboratório de estrutura de cintrole e segurança para a Copa do mundo
acritica.com Manaus (AM)


Cerca de 700 policiais militares, sendo 600 da capital e 100 homens do Batalhão de Parintins – a 369 quilômetros de Manaus -, serão destacados pelo Comando Geral da Polícia Militar para atuarem na Operação Parintins 2013, provendo a segurança do Festival Folclórico, em sua 48ª edição.

A operação servirá, pela segunda vez, de laboratório para os eventos esportivos da Copa do Mundo de 2014, em Manaus.

A “Operação Parintins 2013” da Polícia Militar é uma megaoperação que inicia desde a saída de navios turísticos e variados barcos regionais dos portos da Capital, e das partidas de aviões do Aeroporto Eduardo Gomes e culminam com a chegada à Ilha Tupinambarana, já devidamente guarnecida para prevenir-se assaltos ou outro qualquer delito que gere insegurança e desconforto nos dias do festival.

Prevendo a presença de pelo menos 100 mil pessoas a contar dos dias que antecedem a disputa até os últimos momentos apoteóticos das apresentações de Garantido e Caprichoso, os oficiais responsáveis pelos grandes comandos, ou seja, Comando de Policiamento do Interior (CPI), Comando de Policiamento Especializado (CPE) e Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb) com todos os seus setores, quartéis e batalhões antecipam a saída dos militares ao município de Parintins para os dias 24, 25 e 26 de junho. Em Parintins em parceria com a equipe do 11º batalhão local, iniciarão atividades de policiamento ostensivo e especializado junto à população.

De acordo com o Comando Geral da PMAM o reforço do policiamento se dará com emprego diário de 70 viaturas, sendo quatro e duas rodas, três embarcações, sete cavalos, três cães farejadores e um helicóptero. Além, do policiamento aéreo, a pé e montado formados por homens com armamento e equipamento, serão instaladas 20 câmeras de monitoramento.

Embasada nas análises criminais e resultados estatísticos dos anos anteriores, desenvolvidos pelos serviços de inteligência institucional a Polícia Militar aprimorou sua atuação na segurança dos participantes do evento incluindo a população residente e de turista que, vão receber instruções sobre como evitar tumultos, roubos e assaltos, violência e outras infrações por meio de folders a serem distribuídos por toda a cidade de Parintins. Tal procedimento é também para chamar a população a participar da Operação de Segurança agindo de forma a evitar e mesmo denunciar, quando for necessário, as ações ilícitas ou qualquer ato contrário às leis.

Publicidade
Publicidade