Publicidade
Cotidiano
Notícias

Filosofia de negócio baseada em empreendedorismo social ganha espaço e cresce em Manaus

Uma nova filosofia de negócio colaborativa que toma o interesse de jovens brasileiros e que está chegando em Manaus através da rede Impact Hub Global 30/05/2015 às 13:42
Show 1
Escritório da Impact Hub em São Paulo, pioneiro no modelo de empreendedorismo de impacto social no Brasil
Cinthia Guimarães Manaus (AM)

Mais do que ganhar dinheiro é possibilitar que o seu negócio motive e gere impacto positivo para a vida das pessoas. Esse é o conceito do empreendedorismo de impacto social, uma nova filosofia de negócio colaborativa que toma o interesse de jovens brasileiros e que está chegando em Manaus através da rede Impact Hub Global.

A comunidade do Impact Hub que já tem representações em São Paulo, Florianópolis, Belo Horizonte e Curitiba se define como uma rede de colaboradores focada em fazer impacto positivo no mundo, não apenas tornar os ricos mais ricos.

“Seremos o primeiro do Norte com o objetivo de fomentar negócios, empreendedorismo e inovação social. De sermos um ponto de encontro de pessoas que queiram viver em uma cidade ‘radicalmente’ melhor”, explica a co-fundadora da Impact Hub Manaus, Juliana Teles.

A Impact Hub funciona como uma espécie de incubadora que fomenta e abriga modelosde negócios que tenham como foco interesse social. Para isso, promove cursos e treinamentos, além de locação de salas comerciais, com planos mensais a partir de R$ 80 até R$ 1.800, o que pode incluir serviços como ponto de trabalho, ponto de internet, impressa e escaneadora, mesas, recepção de correspondências e sala de reunião à disposição.

A ideia é atrair jovens empreendedores que pensem modelos de negócio que gerem resultados para a sociedade. Por enquanto, Juliana trabalha no processo de abertura da empresa. “Estamos no processo de abertura de empresas, fechando parceria e buscando investimento, espaço físico. Vamos ter um local para encontro de empreendedores inovadores. Vamos alugar salas e oferecer consultorias em projetos”, informa.

Os projetos apoiados pela rede precisam ser voltado para quem atua nas áreas de inovação, cidadania corporativa, sustentabilidade, educação, bem estar e liderança. “A premissa que negócio seja solução para muita gente para muitos negócios. Tem que ter lucro, impacto e alcance amplo. Não vai estar agindo sobre a vida de uma pessoa, mas vai estar contribuindo para que mais pessoas possam melhorar de vida, saindo de um estágio A para um estágio B”, completa Juliana que também é curadora do grupo Global Shapers em Manaus.

Global Shapers

Ligado ao Fórum Econômico Mundial, o Global Shapers é constituído de uma curadoria de 16 jovens líderes de diversas atuações profissionais que promovem experiências ligadas à empreendedorismo social. Em Manaus, eles foram responsáveis por desenvolver o aplicativo “Políticos”, que reuniu as informações e contatos de todos os políticos do Amazonas como forma de aproximá-los aos cidadãos, bem como do projeto “Mesa para Dois”, que em parceria com cinco restaurantes de Manaus destina R$ 10 de alguns pratos do cardápio para compra de alimentos a três instituições filantrópicas da cidade.

Três perguntas para Henrique Bussacos, Director da Impact Hub SP

Como surgiu a Impact Hub?

A Impact Hub foi criada em Londres em 2005. Eu e Pablo Handl (co-fundador) montamos em São Paulo e hoje tem em mais de 100 países. Trabalhamos apoiando negócios sociais que gerem impacto positivo. Não são negócios convencionais.

Como é visto o empreendedorismo de impacto no Brasil?

Tem crescido bastante no Brasil. Quando a gente começou a montar ninguém nem sabia do que se tratava. Hoje já temos aceleradoras de negócio, fundos de investimento, um ecossistema de negócios. As aceleradores – ajudam a desenhar modelo de negócio e depois atrair clientes e capital. Os fundos de investimento – como caso da Vox Capital que já R$ 100 milhões de aporte - é para financiar os negócios .

Como ele entrou na sua trajetória profissional?

Tive experiência em uma ONG e um banco de investimento, sou formado em Administração; estava buscando algo que integrasse as duas coisas. Quando comecei, passamos a agregar muitas pessoas que estavam nessa busca. Uma nova geração de profissionais que estavam buscando integrar um negócio com um propósito de vida.


Publicidade
Publicidade