Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
Notícias

Fiocruz realiza Curso de Vigilância em Saúde do Trabalhador para profissionais do SUS

Após as aulas teóricas, os participantes visitarão os principais ambientes que apresentam riscos para a saúde do trabalhador, como hospitais, fábricas do Polo Industrial de Manaus (PIM) e empresas do ramo de alimentos e medicamentos



1.jpg O curso de atualização fornecerá uma formação teórica e prática
11/05/2015 às 14:20

Com objetivo de promover a saúde em ambientes e processos de trabalho, o Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD / Fiocruz Amazônia) deu início, nesta segunda-feira (11), ao Curso de Atualização em Vigilância em Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS). Participam das atividades 40 profissionais do SUS e de sindicatos. A programação tem carga horária de 40h e segue até a próxima sexta-feira (15).

O curso de atualização fornecerá uma formação teórica e prática. Após as aulas teóricas, os participantes visitarão os principais ambientes que apresentam riscos para a saúde do trabalhador, como hospitais, fábricas do Polo Industrial de Manaus (PIM) e empresas do ramo de alimentos e medicamentos.



 Segundo o pesquisador do Laboratório de História, Políticas Públicas e Saúde na Amazônia (Lahpsa), doutor em Saúde Pública, Rodrigo Tobias de Sousa Lima, o curso é voltado para a necessidade de formação de agentes de Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat) no âmbito da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast) e dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

 “Vamos visitar os ambientes que apresentam riscos para a saúde do trabalhador e, a partir daí, será feito um relatório onde os alunos visualizarão todo o processo de construção de vigilância da saúde do trabalhador, observando os riscos na atuação cotidiana que podem acarretar em doenças aos profissionais”, disse o pesquisador.

Outro objetivo do curso é trabalhar os aspectos de vigilância em saúde do trabalhador integrado ao Sistema de Vigilância, que compreende a vigilância epidemiológica, ambiental e sanitária. O Curso de Atualização em Vigilância em Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS) é uma demanda do Comitê de Investigação de Mortalidade de Acidentes de Trabalho da Fiocruz Amazônia, vinculado ao Conselho Municipal de Saúde de Manaus.

As atividades serão realizadas em parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública do Rio de Janeiro (ENSP-RJ), com a Fundação de Vigilância Sanitária (FVS-AM), o Cerest e os Conselhos Municipal e Estadual de Saúde do Amazonas (CES).

Saúde do trabalhador

A vigilância em Saúde do trabalhador é uma prioridade definida, em 2012, na Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora estabelecida Portaria 1.823/12 do Ministério da Saúde.

Segundo o artigo 2 da Portaria, a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora define os princípios, as diretrizes e as estratégias a serem observados nas três esferas de gestão do SUS (federal, estadual e municipal) para o desenvolvimento das ações de atenção integral à Saúde do Trabalhador, com ênfase na vigilância, visando a promoção e a proteção da saúde dos trabalhadores e a redução da morbimortalidade decorrente dos modelos de desenvolvimento e dos processos produtivos.

A vigilância em saúde do trabalhador representa um seguimento estratégico para a sustentabilidade do sistema de vigilância em saúde uma vez que a integração com as vigilâncias epidemiológica, ambiental e sanitária necessita do olhar cuidadoso sobre o trabalhador usuário do SUS.

*Com informações da assessoria de comunicação.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.