Publicidade
Cotidiano
Notícias

Fiscalização conjunta é realizada nos rios para o Festival Folclórico de Parintins

Polícia Militar e Capitania dos Portos estudam forma de integrar ações para intensificar segurança nos rios durante o evento 01/06/2013 às 10:15
Show 1
Embarcações e passageiros a caminho do Festival Folclórico de Parintins passarão por fiscalizações nas barreiras fluviais montadas pelos órgãos nos rios
Náferson Cruz ---

O Comando da Polícia Militar (PM) do Amazonas define na próxima semana, em reunião com representantes da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC), o planejamento da operação “Encontro das Águas”, que irá fiscalizar as embarcações que forem ao 48º Festival Folclórico de Parintins, na segunda quinzena de junho.

Segundo o tenente-coronel Franklides Ribeiro, comandante das operações da PM em Parintins, a operação contará com três bases da PM, que terão o apoio da Marinha do Brasil.

As bases flutuantes ficarão situadas em pontos estratégicos, no Encontro das Águas e nas proximidades dos municípios de Manacapuru e Itacoatiara. “Nessas ações iremos monitorar desde a saída das embarcações nos portos de Manaus até a cidade de Parintins, bem como a fiscalização naquele município”, explicou Franklides Ribeiro.

O comandante informou ainda que a ação também se estenderá ao Terminal 2 do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, conhecido como “Eduardinho”, onde serão feitas fiscalizações no embarque dos passageiros, em parceria com a Polícia Federal. A Companhia de Cães farejadores da PM também dará o suporte na operação.

A ação da PM será desencadeada juntamente com a “Operação Parintins 2013”, da Marinha do Brasil, que intensificará, uma semana antes do Festival de Parintins, o combate ao excesso de passageiros.

Conforme o capitão dos portos Paulo César Machado, o período de agendamento de vistorias especiais para as embarcações que irão transportar passageiros para o festival, teve início no último dia 6 de maio e encerra no dia 14 de junho.

Segundo o capitão, a vistoria é necessária para que os barcos e navios recebam o documento de concessão, que autoriza a viagem.  A solicitação é feita junto à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, localizada na Rua Frei José dos Inocentes, no Centro.

Poupando tempo

O objetivo da vistoria, de acordo com a Capitania, é a redução do tempo de inspeção das embarcações nos postos de fiscalização e a salvaguarda dos passageiros transportados.

No período do festival de Parintins de 2012, aproximadamente 15 mil passageiros passaram pelos portos de Manaus e Parintins.

Publicidade
Publicidade