Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
Notícias

Flagrados vendendo drogas, homens recebem polícia a tiros e acabam mortos, em Iranduba (AM)

Viatura da Polícia Militar abordou os dois homens, que estavam em uma motocicleta, e foram recebidos à bala. Na troca de tiros com os policiais, os suspeitos acabaram morrendo



1.jpg Os policiais prestaram depoimento no 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em Iranduba
28/10/2014 às 09:35

Dois homens foram mortos no início da madrugada desta terça-feira (28) depois de trocar tiros com a Policia Militar (PM) no bairro Graça Lores, no município de Iranduba - na Região Metropolitana de Manaus, distante 39 quilômetros da capital. As mortes ocorreram quando assim que a dupla foi abordada por uma viatura da PM que fazia a ronda na região.

Segundo informações dos policiais que participaram da ação, a guarnição estava fazendo a ronda rotineira na região quando avistou os dois homens comercializando entorpecentes. Dielson Aguiar de Freitas, também conhecido como "Pezão", de 32 anos, conhecido traficante da área, e Jonas Pinto Bastos, de 27, estavam em uma motocicleta por volta de meia-noite em uma rua da área urbana de Iranduba quando foram flagrados pela PM.

Ao se aproximarem da motocicleta, os policiais foram recebidos com pelo menos 15 disparos, feitos em direção a viatura policial. Na sequência, os policiais militares revidaram e acabaram atingindo com vários tiros os suspeitos. A dupla chegou a ser socorrida por uma ambulância e foi levada para o Hospital Hilda Freire, que fica localizado em Iranduba, mas nenhum dos dois resistiu aos ferimentos.

Com a dupla foi encontrada um revolver calibre 38 e uma pistola 380, de uso exclusivo da polícia. Os corpos de ambos foram removidos para o Instituto Médico legal (IML), em Manaus, para serem periciados.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.