Sábado, 20 de Julho de 2019
Notícias

Flamenguistas acusam vascaínos do roubo de bandeira de R$ 15 mil

Os membros da Raça Rubro Negra acusam a torcida Força Jovem de ter furtado a bandeira e ainda ter postado as imagens nas redes sociais



1.jpg Detalhes azuis que aparecem na imagem da bandeira roubada podem ajudar a polícia na investigação do caso
30/08/2013 às 08:58

Fotos de uma bandeira do Flamengo, avaliada em R$ 15 mil, furtada no dia 10 de agosto, véspera do clássico Flamengo e Fluminense, pelo Brasileirão, serão encaminhadas à perícia pela delegada titular do 12º Distrito Integrado de Polícia (12º DIP), Hosana Gomes, para tentar desvendar o caso.

As imagens seriam do momento em que a bandeira, que mede 50 metros de cumprimento, estaria sendo levada por supostos integrantes da “Força Jovem de Manaus”, torcida organizada do Vasco da Gama.

O caso foi registrado no dia 12, no 12º DIP, por dirigentes da “Raça Rubro Negra”, torcida organizada flamenguista, que ganhou o bandeira de presente da empresa Tim. No relato, os membros da Raça Rubro Negra acusam a torcida Força Jovem de ter furtado a bandeira e ainda ter postado as imagens nas redes sociais com a legenda “essa é mais uma pra nossa coleção”.

Na ocorrência, consta ainda que a bandeira foi levada da sede da torcida, na rua Presidente Nereu Ramos, Flores, Zona Centro-Sul, que foi arrombada. Apenas a bandeira foi levada. A Força Jovem nega e diz que a bandeira que aparece na fotografia e um bandeirão do Vasco, que só tem a cruz de Malta, símbolo do time.

Segundo a delegada, as fotos têm detalhes semelhantes o que a deixou duvidosa e por esse motivo decidiu enviá-las à perícia. Hosana Gomes disse que, se ficar comprovado que a bandeira que aparece nas fotografias sendo levada por integrantes da Força Jovem for mesmo a que foi furtada do Flamengo, os da torcida do Vasco serão indiciados pelo crime de furto, e se a perícia comprovar que trata-se da bandeira da cruz de Malta, os organizadores da torcida Raça Rubro Negra é que serão indiciados pelo crime de calúnia e difamação.

Ontem líderes da Raça Rubro Negra disseram que as fotos apresentadas pela Força Jovem são montagens e que não há dúvidas que foram eles que furtaram o bandeirão. “A nossa bandeira tem a marca da Tim e essa marca aparece nas fotografias”, disse um dos organizadores.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.