Publicidade
Cotidiano
Notícias

Focos de queimadas aumentam 252% no mês de outubro, no AM

Nesta quinta-feira (29), o professor Scot Martin, da Universidade de Havard, ministra palestra na capital amazonense com o tema 'Efeitos físicos e químicos da poluição do ar em Manaus' 28/10/2015 às 17:58
Show 1
Até hoje, o mês de outubro registrou 2400 focos ativos de fumaça em todo Amazonas
Isabelle Valois Manaus (AM)

Após 28 dias consecutivos que Manaus amanhece encoberta por fumaça, amanhã Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 11ª região oferece a toda a sociedade a palestra “Efeitos físicos e químicos da poluição do ar em Manaus”, ministrada pelo diretor do Laboratório de Química Ambiental da Universidade de Harvard, professor Scot Martin.

Martin trabalha diretamente com estudos laboratoriais especializados na poluição do ar e água, além dos efeitos ocasionados pela alteração do clima. A palestra está prevista para iniciar às 14h no auditório do Fórum Trabalhista de Manaus, localizado na rua Ferreira Pena, Centro.

Conforme o TRT, a apresentação vai abordar o efeito da poluição urbana sobre o funcionamento da atmosfera natural e do ecossistema na Bacia Amazônica, a formação de partículas de emissões de gases e a capacidade dessas partículas para influenciar a formação de nuvens.

O debate do tema busca conscientizar para a preservação do meio ambiente e faz parte das ações da Comissão de Gestão Socioambiental do TRT da 11ª região.

Crescimento de 252% nos focos de incêndio

Nos últimos três dias a fumaça pertinente em Manaus havia amenizado, mas desde o final da tarde da última terça-feira (27) e durante todo o dia desta quarta-feira (28) retornou a encobrir toda Manaus. A fumaça como afirma o corpo de bombeiros, são resultados de queimadas ocorridas tanto na capital como em vários municípios do interior do Amazonas.

Por causa da presença da fumaça, na manhã desta quarta-feira (28) o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Zona Oeste, precisou operar por meio de instrumento.

De acordo com os dados coletados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), até hoje o mês de outubro registrou 2400 focos ativos de fumaça por todo o Amazonas. São 1448 focos a mais do total do mês de outubro de 2014, aproximadamente 252% a mais antes de fechar o mês.

Publicidade
Publicidade