Publicidade
Cotidiano
Notícias

Fogo atinge cinco casas no bairro São Francisco, em Manaus

Segundo moradores, o início pode ter sido motivado por um curto-circuito em uma das residências 23/08/2013 às 22:06
Show 1
Fogo atingiu no mínimo cinco casas, deixando três delas totalmente destruídas. O motivo, segundo moradores, poderia ter sido um curto-circuito em uma das residências.
OSWALDO NETO Manaus (AM)

Um incêndio que começou por volta das 17h desta sexta-feira (23), na Zona Sul de Manaus, atingiu cinco casas localizadas no Beco Mossoró 2, no bairro São Francisco. Três delas foram completamente destruídas pelas chamas. Este foi o segundo incêndio controlado pelos Bombeiros na cidade apenas nesta sexta-feira (23).

O Corpo de Bombeiros controlou o fogo cerca de uma hora após o inicio das chamas. A causa do incêndio ainda não foi descoberta, mas, segundo moradores, o início pode ter sido motivado por um curto circuito em uma das residências. Além da corporação, a Polícia Militar, a Eletrobrás Amazonas Energia e o Manaustrans também trabalham para controlar a situação.

Um dos moradores que tiveram a casa atingida, Inácio Ferreira, 61, conta como foi o momento de desespero. “Eu estava sentado no sofá de casa, foi quando ouvi uma mulher correndo e gritando lá fora. Só deu tempo de chamar minha esposa e sair lá de dentro”.


Apelo dos moradores

Segundo o presidente da Associação Comunitária dos Moradores de Petrópolis, Renato Castro, já foram encaminhados pedidos para o governo do Estado em relação à inclusão das 1.100 casas da área no Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim). “Nós já pedimos que o governo fizesse a inclusão dessas casas no Prosamim, mas nada é feito. É triste ver esse tipo de coisa acontecendo, a população se mobilizando para conter as chamas. Até os bombeiros estão com dificuldade pra ter acesso às casas... é muito perigoso”.

Outra moradora que ficou comovida com o desespero das pessoas que tiveram suas casas destruídas, Raimunda Silva, também pede mais atenção pela parte dos governantes. “Peço que o governador do Estado ajude esse povo que ficou sem nada, as pessoas estão desesperadas sem saber pra onde ir”.

Socorro

Durante os momentos de tensão, Graciete Costa, 42, desmaiou por estar muito nervosa e, segundo vizinhos, teve que ser socorrida por uma viatura do “Ronda no Bairro”, a qual não queria prestar socorro por alegar que quem deveria cumprir esse papel era o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Incêndio em lanchonete

Ainda na tarde desta sexta, uma lanchonete pegou fogo no bairro São Jorge, Zona Oeste da cidade. O trânsito ficou complicado na av. São Jorge por conta do incêndio e pelo andamento das obras de uma ponte que será construída na área. Segundo a corporação, a área do fogo se concentrou onde estavam 14 botijas de gás, porém não há informações se houve explosões. Não houve vítimas.

Veja fotos dos incêndios no link.

Publicidade
Publicidade