Publicidade
Cotidiano
Notícias

Freemont renovado: linha 2014 do crossover traz novidades

Veículo da Fiat ganha duas marchas e se destaca em espaço e conforto 10/08/2013 às 11:12
Show 1
O Freemont 2014 ganhou câmbio automático de6 marchas – antes eram quatro
José Antonio Leme (AGÊNCIA ESTADO) ---

Na linha 2014, o Fiat Freemont traz como principal novidade o câmbio automático de seis marchas, que substitui o de quatro. Na versão de topo, Precision, como a avaliada, agora há sistema multimídia com tela de 8,4” e navegador GPS. Com essas atualizações, o valor do veículo na tabela subiu de R$ 93.160 para R$ 102 mil.

O crossover vem de série com direção hidráulica, air bags frontais, laterais e do tipo cortina, banco do motorista com regulagem elétrica, câmera de ré, controles de estabilidade e anticapotamento e freios ABS. Bancos com aquecimento, teto solar e rodas de liga leve de 19” são opcionais.

Versão da Fiat para o Journey, da Dodge – marca do Grupo Chrysler, atualmente controlado pela fabricante italiana –, o Freemont se destaca pelo espaço e pelo conforto.


EM MOVIMENTO

O crossover tem motor 2.4 a gasolina que gera 172 cv de potência e 22,4 mkgf de torque. O quatro-cilindros não mudou, mas o comportamento do carro melhorou graças às marchas extras do câmbio.

Mesmo assim, mais potência ou menos peso poderiam melhorar ainda mais o produto, levando a transmissão a trabalhar menos para deixar o carro mais esperto, vencer a inércia, retomar velocidade e fazer ultrapassagens.

A suspensão não transfere as imperfeições aos ocupantes nem deixa que a carroceria role muito nas curvas. Os freios, a disco nas quatro rodas, poderiam ter atuação mais progressiva.

O acabamento e o espaço interno são bons, mas na terceira fileira viajam apenas crianças, pois não é possível acomodar nem mesmo os pés de adultos. Com os dois bancos em uso, o porta-malas fica com meros 145 litros de capacidade.

Na segunda fileira o destaque são os assentos laterais, que podem ser elevados – basta puxar uma cordinha – para transportar crianças com mais de 5 anos de idade.

Para quem guia, os comandos estão à mão e o tamanho do volante agrada. A direção é leve em manobras.

Freemont 2014

Positivo: CÂMBIO A nova transmissão de seis marchas fez melhorar o comportamento do carro e parecer que o motor 2.4 tem mais que os 172 cv.

Negativo: PESOOs 1.849 quilos do crossover comprometem a eficiência do conjunto. Sair da inércia e fazer retomadas são exercícios de paciência.

Preço sugerido

Motor

Potência

Torque

Câmbio

Comprimento

Porta-malas

Velocidade Máxima

R$ 102.000

2.4, 16v, 4 cil., gasolina

172 cv a 6.000 rpm

22,4 mkgf a 4.500 rpm

Automático, 6 marchas

4,88 metros

145 a 2.301 litros

190 km/h

FONTE: FIAT

Publicidade
Publicidade