Publicidade
Cotidiano
Notícias

Frequentadores reivindicam o direito de praticar esportes na Vila Olímpica de Manaus

O maior centro desportivo do Amazonas restringe a pratica de ciclismo e skateboard. Diretor-técnico da Fundação Vila Olímpica, Ariovaldo Malizia, prometeu inserir a possibilidade de abertura pelo menos aos domingos 11/02/2013 às 08:24
Show 1
Pista de skate está desativada há 20 anos, direção prometeu estudar o caso
Felipe de Paula ---

Um dos principais complexos esportivos da cidade, a Vila Olímpica de Manaus atualmente restringe a prática de ciclismo e skateboard em suas dependências, mesmo durante os finais de semana. Questionado sobre o assunto pela reportagem, o diretor-técnico da Fundação Vila Olímpica, Ariovaldo Malizia, prometeu inserir na pauta da administração a possibilidade de abertura para esses fins pelo menos aos domingos.

Além de uma pista profissional de skate, desativada há cerca de 20 anos, há uma pequena ciclovia, de 320 metros, que é utilizada como circuito de caminhada. Porém, mesmo na área asfaltada dentro da Vila, própria para circulação de carros, sobra espaço para inserção de ciclofaixas nos finais de semana, como admitiu o próprio diretor-técnico da fundação que administra a vila. “Vou propor isso (ao comitê de gestão da Fundação) após o Carnaval”, garantiu Malizia.

O professor Afonso Viana, que costuma fazer caminhada no local, também acredita na possibilidade de conviverem harmoniosamente a prática de ciclismo e skate com a caminhada. “Costumo caminhar aqui e vejo que é possível conciliar sim. O espaço é muito grande”, disse ele, que também já levou o filho para andar de skate no local, mas foi impedido. “Ele não entendeu nada”, disse Afonso, destacando que se trata de um espaço público criado com o fim de promover a prática esportiva. “Afinal, é uma Vila Olímpica”, lembrou o professor.

Atualmente, a cidade de Manaus não possui sistema cicloviário. Na Ponta Negra, nos dias de domingo, uma das faixas de rolamento são liberadas para os ciclistas. Em Belém, há mais de 40 km de ciclofaixas e ciclovias e em Aracaju tem mais de 60 km.

A segurança dos praticantes de ciclismo e skateboard motivou a restrição da prática dentro da Vila Olímpica, segundo os gestores da fundação. Porém, praticantes reivindicam espaço, já que não há sistema de ciclovias na cidade.

Publicidade
Publicidade