Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
Notícias

Fundação Alfredo da Mata leva ações de monitoramento da Hanseníase a 17 municípios

A meta, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, é chegar ao final do ano com um total de 40 municípios atendidos pelas ações



1.jpg A programação do primeiro semestre incluiu, ainda, o treinamento em serviço de 690 profissionais de saúde, que atuam na Atenção Básica desses municípios
15/07/2015 às 15:29

Dezessete municípios do interior do Estado receberam, no primeiro semestre deste ano, as ações do programa de Intensificação e Monitoramento das Ações de Hanseníase, executado pelas equipes da Fundação Alfredo da Matta (Fuam).

A meta, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, é chegar ao final do ano com um total de 40 municípios atendidos pelas ações.



Segundo o diretor-presidente da Fuam, Helder Cavalcante, as atividades tiveram início em março e fecharam o semestre com o total de 1.446 consultas, 2.117 exames e a detecção de 41 novos casos de hanseníase, encaminhados para tratamento.

A programação do primeiro semestre incluiu, ainda, o treinamento em serviço de 690 profissionais de saúde, que atuam na Atenção Básica desses municípios. Para o diretor, este é um aspecto muito importante das ações de monitoramento, por permitir a constante atualização dos profissionais que estão atuando na ponta, no diagnóstico e tratamento da doença.

“No ano passado, alcançamos 25 municípios, portanto, a previsão é ter um aumento expressivo de cobertura”, disse o diretor da unidade, que é vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Susam).

Valderiza Pedrosa, que coordena as ações, explica que além das consultas e exames dermatológicos, as equipes também fazem a avaliação de incapacidades associadas à Hanseníase e, em alguns municípios, a realização de cirurgias reabilitadoras. “Neste primeiro semestre as cirurgias ocorreram em Coari e Itacoatiara”, disse ela.

Os municípios atendidos foram: Autazes, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Careiro da Várzea, Coari, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Maués, Manicoré, Novo Aripuanã, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga e Urucurituba.

Neste mês de julho, já foram beneficiados os municípios de Parintins, Barreirinha e Nhamundá. Estão previstas, ainda, ações em Fonte Boa e Jutaí, até o dia 31.

Valderiza ressalta que cada equipe é composta por médico, enfermeiro e técnico em Dermatologia. Quando está prevista realização de cirurgias, a equipe ganha o reforço de um médico cirurgião e um técnico em dermatologia.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.