Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
Notícias

Fundação Cecon completa 40 anos como referência no tratamento do câncer no Norte

Hospital do câncer no Amazonas realizou mais de 4,1 milhões de procedimentos entre o ano de  2010 e agosto de 2014, tendo ampliado serviços e melhorado assistência aos pacientes



1.jpg Fcecon atende pacientes com câncer do Amazonas e de estados vizinhos
06/11/2014 às 22:43

Com 40 anos completados em 2014, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) conquistou avanços importantes nos últimos quatro anos, com a ampliação dos serviços e melhorias na assistência ao paciente. De 2010 a 2013, foram registrados mais de 3,5 milhões de procedimentos na unidade, entre ambulatoriais e hospitalares. Se somados aos oito primeiros meses de 2014, este número ultrapassa os 4,1 milhões, informou o diretor-presidente, pneumologista Edson de Oliveira Andrade. A FCecon é hospital de referência no diagnóstico e tratamento do câncer em toda a Amazônia Ocidental.

Com 54 anos e, como ela mesma costuma dizer, mãe e pai de dois filhos, a assistente administrativa Juliethy Santos de Oliveira, 54, foi diagnosticada, há dois anos, com um câncer de mama em estágio avançado. Ela lembra que, ao receber a notícia, à época, sentiu-se receosa, mas com o apoio dos dois filhos, de 16 e 21 anos, enfrentou o tratamento de cabeça erguida, com a certeza de que venceria a doença. “No começo foi aquele impacto, mas depois, com fé em Deus, deu tudo certo”, relatou, dois meses após o final das sessões de radioterapia.

Assim como centenas de pessoas, Juliethy faz gratuitamente na FCecon o tratamento para combater a doença, que incluiu uma mastectomia radical total (retirada de uma das mamas), radioterapia e quimioterapia. “Não teria condições de fazer um tratamento desse porte na rede privada”, afirmou.

Nos últimos quatro anos, a FCecon se consolidou como hospital de referência, registrando um aumento significativo no número de procedimentos, o que exigiu maior repasse de recursos por parte do Governo do Estado.

Enquanto em 2010, o hospital registrou 821 mil procedimentos, entre ambulatoriais e hospitalares, em 2013, este número subiu para 957 mil, aproximadamente. Em 2014, até agosto, já foram registrados 655,3 mil procedimentos/atendimentos.

Já o volume de recursos destinados à instituição passou de R$ 54,2 milhões, há quatro anos, para R$ 67,9 milhões, a maior parte, 77,9%, provenientes dos cofres estaduais, e o restante, fruto de convênios e de repasses do Governo Federal. Este ano, a expectativa é que os investimentos cheguem a R$ 80 milhões, dos quais R$ 17,8 milhões destinados, exclusivamente, a medicamentos e produtos de saúde.

*Com informações da assessoria

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.