Publicidade
Cotidiano
Notícias

Fundação Paulo Feitoza Tech lança software para otimizar trabalhos de Cartórios do AM

Atualmente, 69 cartórios extrajudiciais do estado do Amazonas não possuem software para gestão de seus processos internos e ferramentas de controle financeiro e administrativo 19/09/2014 às 20:55
Show 1
Representantes da Suframa, TJAM, FPF e cartórios no encontro de notários
acritica.com* Manaus (AM)

A Fundação Paulo Feitoza (FPF) Tech lançou nesta sexta-feira (19) o software Cacique Web, Sistema de Gestão Notarial e Registral que otimiza a gestão dos Cartórios Extrajudiciais do Amazonas. A solução é resultado da parceria com a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Amazonas – ANOREG/AM, Corregedoria Geral de Justiça - TJAM, Suframa e Samsung.

O produto foi apresentado hoje durante a abertura do V Encontro Amazonense de Notários e Registradores, no Hotel InterCity Premium, em Manaus.

Atualmente, 69 cartórios extrajudiciais do estado do Amazonas não possuem software para gestão de seus processos internos e ferramentas de controle financeiro e administrativo, estando sujeitos à perda permanente de informações. "O sistema Cacique Web é uma ferramenta de gestão centralizada, que informatiza os processos dos cartórios e integra-os a outros órgãos Públicos Federais, Estaduais e Municipais, baseado em diretrizes de segurança da Informação. O nome do sistema foi pensado como uma representação regional de centralização e controle, aliada ao aspecto tecnológico", declarou a Superintendente da FPF Tech, Rosanila Feitoza.

Um diferencial inovador desta solução é a adequação à realidade de todos os cartórios extrajudiciais das cidades do interior do Estado do Amazonas, funcionando com ou sem Internet. As informações podem ser sincronizadas periodicamente pela Internet, o que permite que cada cartório funcione de forma independente, desconectado do Datacenter ou de outro sistema qualquer.

Os benefícios diretos desta solução são os ganhos de agilidade e qualidade no atendimento às demandas da população, o aumento da segurança contra sinistros e perda de dados e a possibilidade de compartilhamento de informações entre os cartórios do Estado do Amazonas.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade