Segunda-feira, 14 de Junho de 2021
Saúde

FVS-AM alerta sobre cuidados com a saúde do trabalhador

Lesões por Esforços Repetitivos (LER), Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), problemas de coluna, depressão e ansiedade são algumas doenças que podem ser adquiridas em más condições de trabalho



mh_9F448584-B24A-4A07-B7DB-E03B56900B78.jpg Foto: Divulgação
01/05/2021 às 14:04

Comemorado neste sábado (1º/05), o Dia Internacional do Trabalhador é uma oportunidade de valorizar os trabalhadores e conscientizá-los sobre sua saúde. Em alusão a essa data, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) alerta sobre problemas de saúde que podem ser ocasionados no ambiente profissional.

O ambiente de trabalho deve ser acolhedor e devidamente alinhado às leis trabalhistas, porém existem situações e condições que podem causar adoecimentos físicos e mentais ao funcionário. Lesões por Esforços Repetitivos (LER), Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), problemas de coluna, depressão e ansiedade são algumas doenças que podem ser adquiridas em más condições de trabalho.



O diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, destaca que a data é um momento para refletir sobre o ambiente profissional. “Os trabalhadores devem desenvolver suas atividades com condições adequadas para realizar, da melhor forma possível, suas atribuições. Devem ter o trabalho valorizado, para que estejam sempre com disposição e saudáveis mental e fisicamente”, enfatiza Cristiano.

A coordenadora do Centro de Referência Estadual de Saúde do Trabalhador (Cerest/FVS-AM), Cinthia Santos, alerta que os profissionais devem estar atentos aos seus direitos, sempre reivindicando, quando se sentirem violados. “O trabalhador é o ator principal da empresa, seja pública ou privada. Desta forma, é importante pensar em um espaço de trabalho gerador de satisfação e realização, com remuneração adequada compatível ao tipo de atividade profissional, garantindo assim, sua cidadania sem renunciar à sua saúde”, disse.

Ainda segundo a coordenadora do Cerest/FVS-AM, os trabalhadores devem contar com remuneração adequada, compatível ao grau de periculosidade profissional, tendo em vista que algumas pessoas se submetem a situações perigosas ou abusivas por conta da necessidade de dinheiro, sem possuírem garantias, como seguros de vida.

“Um exemplo disso é a categoria do motoboys e motoristas de aplicativos de transporte. Por conta do aumento de pessoas trabalhando com encomendas, aumentou o número de acidentes de trânsito desses trabalhadores”, destacou Cinthia, acrescentando que o trabalho deve ser benéfico para a saúde do trabalhador.

 

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.