Domingo, 15 de Setembro de 2019
MAIS UM

FVS confirma terceiro caso de Doença de Chagas por Transmissão Oral em Lábrea

O paciente é um jovem de 21 anos, que assim como os outros doentes, também ingeriu açaí 10 dias antes de surgirem os sintomas. Por enquanto, não há confirmação de açaí contaminado na região



show_mt.jpg Todos os pacientes, que são da mesma família, estão em tratamento na Fudação de Medicina Tropical (FMT), em Manaus. Foto: Euzivaldo Queiroz
03/01/2018 às 19:06

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) confirmou na última terça-feira, o terceiro caso da Doença de Chagas Aguda por Transmissão Oral, no município de Lábrea (a 702 quilômetros de Manaus). O paciente é um jovem de 21 anos, que assim como os outros casos confirmados, também ingeriu açaí 10 dias antes de surgirem os sintomas.

A suspeita é que a doença foi contraída por meio do consumo do produto contaminado. O alimento teria sido preparado por pequenos produtores locais e não há indícios de comercialização para outras cidades.

Conforme o infectologista da fundação João Guerra, todas as vítimas são da mesma família. As outras duas pacientes são mulheres. Uma senhora, mãe do jovem, e uma adolescente, a irmã. Elas estão em tratamento na Fudação de Medicina Tropical (FMT), em Manaus. Já o jovem segue sob acompanhamento médico em Lábrea. Outros dois casos estão sendo investigados.

“Os números vem aumentando. Em 2017 foram quatro casos, contra apenas um do ano anterior. Este é o sexto surto dessa doença no Amazonas. Já tivemos casos em Coari, Tefé, Santa Izabel do Rio Negro e duas vezes em Carauari, até chegar ao de Lábrea. Nós temos trabalhado com essa questão da sensibilização e a educação desses produtores. Na grande maioria das vezes, o que ocorre é a presença do barbeiro que eventualmente é triturado junto com o açaí”, disse.

A Doença de Chagas Aguda de Transmissão Oral é uma doença infecciosa grave, causada por um protozoário conhecido por Trypanosoma cruzi. Ele é transmitido pela ingestão de alimento contaminado com os parasitas presentes nas fezes dos insetos vetores, chamados de barbeiros.

Os doentes podem apresentar um quadro de febre constante, inicialmente elevada, diarreia, vômito, dores de cabeça e musculares. Casos complicados podem evoluir com manifestações cardíacas, além do comprometimento do fígado e baço. O diagnóstico precoce e o tratamento imediato previnem as formas crônicas da doença e a ocorrência de óbitos.

A FVS, conforme o diretor-presidente Berbardino Albuquerque, realiza de forma sistemática o treinamento dos microscopistas da malária para que também realizem o diagnóstico oportuno para Chagas.

“A principal forma de prevenção é evitar que o inseto forme colônia nas frestas de telhado e parede. Além disso, no caso de consumir produtos in natura, é necessário conhecer bem a procedência. O tratamento da doença é disponibilizado em todas as unidades da rede pública de saúde”, explicou.

Por enquanto, não há confirmação de açaí contaminado na região, no entanto um novo relatório de análise deve ser enviado ainda esta semana.

'Micro surtos' são comuns esta época

O infectologista da FVS, Jorge Guerra, afirmou que os últimos quatro surtos de Doença de Chagas no Amazonas foram nesta época do ano.  O especialista  explicou que, com a alta safra do açaí entre novembro e janeiro, esses insetos que permanecem na natureza, na maioria das vezes, ficam próximos a plantações do fruto.

“Atualmente mais de 70% dos casos agudos de doenças  de Chagas no Brasil são resultado da transmissão alimentar e aqui no Estado, a maioria foi por contaminação de açaí”, disse o médico. José Guerra também alertou sobre a gravidade deste tipo de doença.

“Existem várias tipificações do ‘Chagas’, mas artigos científicos recentes relatam que os pacientes infectados pela via oral desenvolvem quadros mais graves logo após a infecção, com sintomas como edema de face, hemorragia e muita dor abdominal”, afirmou o infectologista.

Apesar dos sitomas diferenciados, o único modo de identificar isso, conforme José Guerra, é ir a uma unidade hospitalar mais próxima.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.