Publicidade
Cotidiano
Notícias

Gestão de pessoas: Quem não se comunica...

A máxima do saudoso Chacrinha é muito válida no mundo corporativo, onde problemas de comunicação persistem como sério obstáculo aos resultados  17/02/2013 às 17:17
Show 1
Maioria dos líderes organizacionais encontra séria dificuldade na comunicação com as pessoas.
Joubert Lima ---

Uma das competências fundamentais em um gestor é a habilidade em dar e receber feedback, afinal, essa é uma das formas mais eficazes de impulsionar a equipe rumo aos melhores resultados. Mesmo assim, a maioria dos líderes organizacionais encontra séria dificuldade na comunicação com as pessoas. Não é mesmo algo simples de se fazer, mas o domínio de algumas técnicas pode ajudar o gestor nessa tarefa delicada.

Há mais de 40 anos, o presidente do Grupo Tramontina, Clovis Tramontina, promoveu uma guinada na trajetória da empresa com base em um princípio fundamental: a valorização das pessoas. Para ele, é preciso  estar muito claro na cabeça de cada funcionário que o sucesso da empresa também será o sucesso de cada um enquanto profissional. E isso não se faz com palavras, mas com a atitude da empresa como um todo. “Nenhuma empresa é grande o bastante para não se importar com as pessoas”, diz Tramontina no prefácio do livro “Feedback Corporativo”, de Simoni Missel.

Se a empresa não tem uma cultura de valorização do funcionário, precisa implementá-la o quanto antes, e isso começa com o feedback. Em linhas gerais, trata-se da troca de informações entre o gestor e o colaborador sobre o desempenho no trabalho. Por meio dele, o líder encoraja o profissional a melhorar, continuar ou desenvolver determinado comportamento.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa)

Publicidade
Publicidade