Publicidade
Cotidiano
Notícias

Gestão empresarial via web: software do AM é usado por empresas em 45 cidades do País

O Safira-ERP permite a gestão empresarial integrada e em tempo real por meio de computadores, celulares e tablet’s via internet. O software desenvolvido em Manaus já é usado por pequenas, médias e grandes empresas em todo Brasil. A utilização pode ser feita de modo gratuito (um usuário e até 200 registros, incluindo emissão de notas fiscais e boletos) 17/11/2013 às 16:54
Show 1
Os empresários podem utilizar o sistema por meio do site www.safiraerp.com.br de modo até mesmo gratuito
Leandro Tapajós Manaus (AM)

Os softwares ERPs (Enterprise Resource Planning) são sistemas de gestão usados por grandes empresas em todo o mundo. A novidade é que uma empresa de tecnologia sediada em Manaus criou um sistema online, customizável e com baixo custo – que sai até mesmo grátis – para empresas de pequeno, médio e grande porte. Ele passou a ser disponibilizado de forma online em ampla escala na última segunda-feira (11/11), com o lançamento do Safira-ERP Online. 

 Por suas vantagens frente aos concorrentes, o produto amazonense já é usado em 45 cidades distribuídas em todos os estados do Brasil. “Ele roda nos principais navegadores e sistemas operacionais, podendo ser acessado por computadores, tablets e até mesmo celulares via internet. Permite a gestão integrada e em tempo real entre todos os setores da empresa: contábil, faturamento, financeiro, estoque, compras, fiscal, patrimônio, etc.”, conta o mestrando em banco de dados e sócio da Office Data, Gilberto Santos.

 De acordo com o controller Edinaldo Carrion, o software apresenta vantagens que fizeram a Nelson Willians Advogados – empresa com filiais em todas as capitais do país –, descartar as outras opções disponíveis no mercado nacional e aderir ao uso do sistema criado no Amazonas.  “Por ser online, consigo fazer o gerenciamento de todas as filiais a partir de São Paulo. Posso fazer isso de onde estiver, seja em casa ou no escritório. Essa facilidade de acessibilidade ajuda muito. Aqui na nossa região (sudeste) estávamos encontrando apenas sistemas fechados. Precisávamos de uma customização, que se adequasse aos nossos serviços. Conseguimos isso com um atendimento mais personalizado no sistema Safira”, explicou.

USUÁRIOS 
Os empresários podem utilizar o sistema por meio do site www.safiraerp.com.br. A utilização pode ser feita de modo gratuito (um usuário e até 200 registros, incluindo emissão de NF). Basta fazer um cadastro simples e acessar.

Para empresas que precisam de um número maior de registros e usuários há planos pagos com preço a partir de R$ 99,90.  Se comparado aos principais concorrentes disponíveis no mercado nacional o número de módulos e funcionalidades oferecidas pelo Safira-ERP é superior.

FILIAL EM SÃO PAULO
Projetado por profissionais de administração, contabilidade e tecnologia, o Safira-ERP (disponível nas versões online e offline) fez a Office Data – responsável por sua criação – dar um salto em sua receita anual de zero para mais de R$1 milhão, em cinco anos. O lançamento da versão na "nuvem" promete mais um salto à empresa que pretende crescer ainda mais.

Segundo seus diretores, em 2014 a matriz do Amazonas deve ganhar uma filial em São Paulo e representações em cidades do restante do país. Eles destacam ainda que o Amazonas tem profissionais de ponta e que deveria investir na criação de um polo de tecnologia na região. “Entramos no mercado de forma robusta, com um produto desenvolvido e aprimorado durante anos. Estamos abrindo agora a oportunidade do pequeno e médio empresário utilizarem uma gestão informatizada com preço compatível com sua realidade, com um ERP que está, seguramente, entre as três melhores soluções online oferecidas no país”, afirma o mestre em gestão e sócio da Office Data, Antônio Morais.

Modelo de gestão integrada na Web
Segundo Antônio, os ERPs são sistemas de gestão integrados, comumente utilizados nas grandes empresas e o emprego dele na web é algo relativamente novo. "Existem vários sistemas no mercado disponibilizados online para gestão de empresas, mas não são  suficientemente integrados ou completos para serem chamados de ERPs. Existem cerca de 15 no país com essas características disponíveis na web, que atuam há poucos anos, mas esse é um caminho sem volta. É natural que os sistemas de gestão passem, cada vez mais, a serem utilizados na internet. O "offline" deve se restringir, em médio prazo, apenas às grandes empresas", ressalta.

 Antônio cita ainda que o uso da web apresenta vantagem para as pequenas e médias empresas. "Nós criamos um produto com base em fundamentos científicos, com muito  planejamento e estudo das melhores tecnologias e processos que são comuns a todas as  empresas, razão pela qual o Safira-ERP é usado desde em supermercados, escritórios de advocacia e contabilidade, varejistas, distribuidores, drogarias, etc. Ele permite ainda a inclusão e customização de módulos e funcionalidades peculiares à  realidade de cada empreendimento. Para a pequena e média empresa, a versão online elimina os custos com infraestrutura e equipe de suporte, que fica a nosso cargo", disse.

 O que possibilita o barateamento do software Safira-ERP – se comparado a outros sistemas – é o emprego de novas tecnologias na sua produção. “Trabalhamos com novas linguagens de programação. As principais, empresas que desenvolvem esse tipo de sistema, sempre focaram apenas nas grandes organizações, que podem pagar um custo mais elevado. Elas usam linguagens mais antigas e precisam de profissionais mais escassos para desenvolver e manter seus os sistemas. Usamos ferramentas que o programador estuda hoje na faculdade, isso faz com que tenhamos uma maior oferta de pessoal, a evolução do produto seja mais frequente e o custo-benefício mais viável. O Safira-ERP vem evoluindo ao longo desses anos e o preço que oferecemos na versão online hoje é resultado da eficiência desses fatores e de outros que são segredos do negócio”, revela Gilberto Santos.

BRASILEIROS REUNIDOS NO AMAZONAS
Cerca de 40 profissionais trabalharam no desenvolvimento do software Safira-ERP, em uma equipe formada por pessoas do Amazonas, Pará, Pernambuco, Espírito Santo e São Paulo.

“Estamos há cerca de cinco anos desenvolvendo e aprimorando nosso produto. Mesmo o Amazonas ainda não sendo um polo de tecnologia, contamos com um time de jovens profissionais de altíssimo nível.”, disse Gilberto. 

POLO DE TECNOLOGIA
Em cidades brasileiras como Recife, Salvador, Joinville e São Paulo existem programas de fomento que possibilitam a implantação de empresas de tecnologia.

“No Amazonas não temos incubadoras com o porte necessário para a criação de um polo aqui. Apesar dos esforços já existentes, o que temos aqui ainda é muito incipiente. É preciso reavaliar a atuação do poder público para esse setor. Tem que se pensar em linhas de crédito e facilidades específicas para o setor de tecnologia e pesquisa, pois o patrimônio gerado nesse tipo de empresa não é físico, é intelectual, e não serve de garantia nas operações de crédito. A tecnologia pode se tornar uma grande alternativa econômica no Amazonas.”, alerta Antônio Moraes. 

Publicidade
Publicidade