Sábado, 24 de Julho de 2021
MORO X LULA

Gilmar Mendes vota por suspeição de Moro e Nunes Marques pede vistas de processo

Mendes chamou atuação de Sérgio Moro contra Lula de um dos maiores escândalos jurídicos do País; Nunes Marques pediu mais tempo para analisar o processo e poder votar



gilmar_65552A65-28A0-4972-A4BE-0A7178113FFB.JPG Foto: STF
09/03/2021 às 16:25

O Ministro do Supremo Tribunal Federal Nunes Marques pediu 'vistas' do processo que analisa uma eventual suspeição do então juiz federal Sérgio Moro nos processos que condenaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Lava Jato.

Nunes Marques iniciaria a leitura do seu voto com o placar de 2 a 1 contra a suspeição de Moro: Edson Fachin e Carmem Lúcia votaram a favor de Sérgio Moro em dezembro de 2018 e Gilmar Mendes, nesta tarde, votou contra o ex-juiz, que largou a magistratura para virar ministro do presidente Jair Bolsonaro.



Em seu extenso voto, Mendes chamou a atuação de Moro de maior escândalo jurídico da história do País. Para o ministro, Moro abandonou a isenção necessária para para atuar, de maneira política, na retirada de Lula da corrida eleitoral em 2018, levando-a a uma condenação que resultou em prisão.

Após o voto de Gilmar, seria a vez de Kássio Nunes Marques votar. Ele, por sua vez, pediu vista, ou seja, optou por não votar naquele momento para melhor analisar o processo. Marques tomou posse como ministro do STF em novembro de 2020, indicado por Jair Bolsonaro.

No total, a votação, que acontece na 2ª Turma do STF, terá cinco votos.  Após o pedido de vista de Nunes Marques, Ricardo Lewandovski iniciou a leitura de seu voto. Caso Fachin ou Carmem Lúcia não mudem de posição, o voto do indicado por Jair Bolsonaro será decisivo.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.