Publicidade
Cotidiano
MEIO AMBIENTE

Gisele Bündchen rebate críticas de ministra da Agricultura sobre preservação ambiental

Tereza Cristina havia dito que a modelo brasileira não deveria estar dizendo “coisas ruins” sobre o Brasil, chamando o país de desmatador 17/01/2019 às 10:20 - Atualizado em 17/01/2019 às 10:27
Show 145 8fd30c96 2ddd 4872 9e1d 7210849c3dc2
Foto: Agência Brasil
Jake Spring (Reuters) Brasília (DF)

A modelo brasileira Gisele Bündchen rebateu as críticas da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que questionou o conhecimento da celebridade internacional sobre os esforços de preservação ambiental do Brasil.

Tereza Cristina havia dito na segunda-feira (14) que Gisele não deveria estar dizendo “coisas ruins” sobre o Brasil, chamando o país de desmatador, por exemplo, sem conhecer os fatos.

Gisele criticou em novembro uma proposta do então presidente eleito Jair Bolsonaro de fundir o Ministério do Meio Ambiente com o da Agricultura, o que acabou não acontecendo, mas o governo Bolsonaro retirou da pasta ambiental a supervisão de áreas, como a de recursos hídricos, e eliminou a secretaria sobre mudanças climáticas.

Bolsonaro, que conta com agricultores poderosos como parte de seus principais apoiadores, disse que quer acabar com uma “indústria” de multas ambientais, que ativistas dizem ser uma ferramenta importante para garantir que as regras sejam seguidas. Ele também sugeriu que o Brasil poderia sair do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas.

“Causou-me surpresa ver meu nome mencionado de forma negativa por defender e me manifestar em favor do meio ambiente, pois desde 2006 venho apoiando projetos e me envolvendo com causas socioambientais, o que sempre fiz com muita responsabilidade”, escreveu Gisele no Twitter, na quarta-feira.

“Estou sempre buscando conhecimento através de leituras e contatos com cientistas, pesquisadores, agricultores, organizações corporativas e ambientais.” O post não fez menção à ministra da Agricultura ou ao ministério.

A ministra respondeu posteriormente, também no Twitter, agradecendo Gisele por sua mensagem e dizendo que elas deveriam trabalhar juntas para combater o desmatamento ilegal.

Em uma entrevista a uma rádio na segunda-feira, Tereza disse que Gisele deveria enaltecer os esforços de sustentabilidade do Brasil, argumentando que a preservação de dois terços da vegetação nativa do país é uma grande realização ambiental.

Tereza depois escreveu no Twitter que convidaria Gisele para ser uma embaixadora dos esforços do Brasil para alimentar o mundo, preservando a natureza.

Gisele não indicou se recebeu tal convite ou se o aceitaria. “Acredito que a produção agropecuária e a conservação ambiental precisam andar juntas, lado a lado”, disse Gisele em sua postagem.

Publicidade
Publicidade