Domingo, 15 de Dezembro de 2019
Notícias

Governador José Melo promete construir mais 23 escolas de tempo integral ainda em 2015

Até o início do ano letivo de 2016, serão 30 novas escolas. Promessa foi feita durante reinauguração da Escola Senador Petrônio Portela, em Manaus



1.jpg José Melo durante reinauguração da E. E. Petrônio Portella
14/09/2015 às 16:15

Vinte e três escolas de tempo integral devem ser inauguradas no Amazonas pelo Governo do Estado em 2015. Essa é a promessa feita pelo governador José Melo durante solenidade de reinauguração da Escola Estadual Senador Petrônio Portella, na Zona Centro-Oeste de Manaus, nesta segunda-feira (14).

O objetivo é melhorar os indicadores da qualidade do ensino no Estado, afirmou o governador José Melo. Segundo ele, foram feitos investimentos de R$ 8 milhões para as obras da nova Escola Petrônio Portela.



“Com os investimentos em infraestrutura escolar, estamos construindo só esse ano 24 escolas de tempo integral. Essa aqui era uma delas, e temos mais 23 em obras. Se Deus nos permitir, queremos chegar até o final do governo com pelo menos uma dessas escolas no interior do Amazonas e pelo menos 40 na cidade de Manaus. Isso representará uma melhoria da qualidade de educação, e isso significa futuro para os nossos filhos”, afirmou o governador.

Em todo o Estado, o Governo do Amazonas programa a inauguração de 30 escolas até o início do ano letivo de 2016. O cronograma de abertura das unidades de ensino, que envolve escolas padrão e de tempo integral, vai até o mês de fevereiro.

Defendendo o pacote de investimentos na educação, que este ano é da ordem de R$ 425 milhões, José Melo destacou que a meta é ampliar o ensino em tempo integral e instalar escolas no modelo em cada um dos municípios do interior nos próximos quatro anos.

O Governo do Estado contabiliza 120 obras de infraestrutura educacional que trarão melhorias na rede estadual de ensino na capital e em 30 municípios do interior. As ações envolvem reformas, ampliações e construção de novas escolas, como as escolas de tempo integral, e quadras poliesportivas.

As obras incluem 12 novos Centros Educacionais de Tempo Integral (Cetis), sendo duas em Manaus e 10 no interior. Quatro escolas estão sofrendo reforma total e ampliação, cujas estruturas estão ganhando piscina semi-olímpica, auditório e quadra poliesportiva, sendo adaptadas para o modelo de escola de tempo integral.

“Temos nesse momento 120 obras em andamento, investimento robusto para melhorar a educação. Temos ampliação, construção de ginásios cobertos e muitas obras espalhadas em todo o Amazonas. Mesmo com a crise, nosso governo priorizou aquilo que considero mais importante que é a educação”, destacou o governador.

E. E. Petrônio Portella

Localizada no bairro Dom Pedro, a Escola Estadual Senador Petrônio Portella foi reformada e ampliada e vai funcionar na modalidade de tempo integral. A escola está equipada com 20 salas de aula climatizadas, quadra poliesportiva, academia, piscina, auditório para 300 lugares, secretaria, sala de professores, administração, sala de artes e mídias, dentre outros espaços.

A escola, que registrou média 6,2 no último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em 2013, é responsável pelo atendimento a 658 alunos do ensino médio em tempo integral e 80 estudantes que integram os Programas Estratégicos de Indução à Formação de Recursos Humanos em Engenharias (Pró-Engenharias) e em Tecnologia da Informação (RH-TI), coordenado pela Fundação de Amparo à Pesquisa no Amazonas (Fapeam) em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Contando com um corpo docente formado por 52 professores e 14 servidores em seu quadro administrativo, a unidade é referência na qualidade do ensino, desenvolvendo projetos direcionados à preparação dos estudantes para as provas de ingresso ao ensino superior, como aulas de reforço nas disciplinas de Matemática, Língua Portuguesa, Química e Física.

Além disso, a escola é reconhecida nacionalmente por sua banda marcial, criada em 2003 através do projeto “Fanfarras Escolares” da Seduc e que recentemente recebeu uma homenagem na Câmara Municipal de Manaus (CMM) pela conquistada medalha de bronze no último Campeonato Mundial de Bandas de Marcha e Show – World Championship of Marching Show Bands (WAMSB), realizado em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, em 2014.

Patrono

Fundada no dia 5 de março de 1982, a escola estadual de tempo integral Senador Petrônio Portella, recebeu esta denominação em homenagem ao advogado e político brasileiro, Petrônio Portella Nunes.

Filho de Eustáquio Portella Nunes (ex-prefeito de Valença do Piauí duas vezes distintas) e Maria Ferreira de Deus Nunes, Petrônio Portella mudou-se para Teresina aos onze anos de idade, a fim de prosseguir os estudos. Formado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), exerceu a profissão de advogado na capital piauiense, tendo sido ainda professor da Escola Técnica de Comércio do Piauí. Quando jovem teve papel ativo na política estudantil. Foi líder da "Reforma", o mais ativo partido universitário carioca e que disputava o cobiçado CACO - Centro Acadêmico Cândido de Oliveira - na faculdade de Direito da Universidade do Brasil.

A escola é administrada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e pertence à Coordenadoria Distrital de Educação 3 (CDE-3/Seduc).

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.