Publicidade
Cotidiano
Notícias

Governador leva ministro da Integração para ver situação de municípios atingidos pela cheia

Giberto Occhi chega a Manaus nesta segunda-feira e no mesmo dia visita, na companhia de José Melo, a cidade de Anamã 17/05/2015 às 17:44
Show 1
Cheia muda a rotina dos moradores de Anamã
acritica.com* Manaus (AM)

O governador José Melo (Pros) e o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi (PP), se reúnem nesta segunda-feira (18), às 11h, na sede do governo, no bairro Compensa, para tratar sobre apoio a vítimas da cheia no Amazonas.

Gilberto Occhi estará acompanhado do secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Adriano Pereira.

José Melo apresentará Gilberto Occhi o cenário da enchente no Estado, o acompanhamento que está sendo feito pela Defesa Civil Estadual e o auxílio prestado às famílias nos municípios. Após a reunião, o ministro e o governador realizam visita ao município de Anamã (a 165 quilômetros de Manaus). A cidade está em situação de emergência por conta da cheia.

Cheia já afeta 145 mil pessoas

Em estado de alerta encontram-se os municípios de Humaitá, Fonte Boa, Uarini  e Alvarães. Ao todo, 20 municípios estão em situação de emergência, são eles: Itamarati  Guajará,  Ipixuna, Eirunepé, Envira e Juruá, todos banhados pelo Rio Juruá. E Canutama, Tapauá, Carauari, Pauiní e Lábrea, na calha do Rio Purus. Já do Alto Solimões estão,  Atalaia do Norte,  Benjamin Constant, Tabatinga, Amaturá, Santo Antônio do Iça, São Paulo de Olivença, no Alto Solimões, Tonantins  além de Tefé e Coari, totalizando 145.450 pessoas afetadas.

Cerca de 426 toneladas de alimentos não perecíveis, além de kit´s dormitório com colchões, redes e mosquiteiros,  material de higiene pessoal, medicamentos, filtros de água e hipoclorito de sódio foram providenciados e enviados aos municípios, de acordo com o Governo do Estado. A Defesa Civil informou o valor do repasse Financeiro do Governo Estadual  para os municípios  mais afetados. Para Boca do Acre foi repassado R$ 550 mil, em  Envira o valor  foi de R$ 200 mil, para Itamarati a verba foi  R$ 200 mil e em Eirunepé R$ 300 mil.

*Com informações da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) e da assessoria de imprensa do Ministério da Integração Nacional.

Publicidade
Publicidade