Publicidade
Cotidiano
LOGÍSTICA

Governo do AM cria novo sistema de gestão e moderniza a Central de Medicamentos

Posição de estoque, compras, entregas, pagamentos, fornecimento, atendimento aos usuários dos programas de medicamentos, tudo pode ser acompanhado em tempo real 18/07/2018 às 09:15
Show central de medicamentos agora
O APP CEMA 2018, como é chamado o sistema interno de gestão do órgão, não teve custo para o Estado (Foto: Divulgação/Susam)
acritica.com* Manaus (AM)

A Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) está sendo reestruturada pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam). O Governo do Estado quer retomar a função e o modelo estratégico para qual o órgão foi criado, em 2002, como responsável pela logística de abastecimento de medicamentos e produtos hospitalares para a rede estadual de saúde.

Os resultados já podem ser mensurados, pela reorganização interna do processo de gestão, que foi reformulado, ganhou mais eficiência e hoje permite controle total de todos os procedimentos. Posição de estoque, compras, entregas, pagamentos, fornecimento, atendimento aos usuários dos programas de medicamentos, tudo pode ser acompanhado em tempo real, graças a um sistema de gestão criado sob medida.

O APP CEMA 2018, como é chamado o sistema interno de gestão do órgão, não teve custo para o Estado, por ter sido desenvolvido internamente e chama atenção pela precisão com que aponta dados importantes para a tomada de decisão e resolução de questões que podem ajudar a corrigir problemas dos mais diversos.

O secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, que ajudou a criar a Cema quando esteve na pasta, em 2002, ressalta que o sistema está ajudando a Central de Medicamentos a “renascer”. Ele conta que, quando assumiu nesta gestão, encontrou a Cema com capacidade de abastecimento de apenas 25% das demandas das unidades da rede estadual de saúde. O restante estava sendo comprado na própria unidade, sem garantia de controle.

“Já dobramos essa capacidade, com a meta de chegar a 80% desse abastecimento em breve e, assim, retomar, definitivamente, a função para a qual a Central de Medicamentos do Amazonas foi criada. Nesse processo, já temos a garantia de retomada do assessoramento técnico internacional da Organização Pan-Amaricana de Saúde (Opas/OMS)”, revela o secretário. A Opas assessorou a Susam, quando da criação da Cema.

A cooperação técnica da Opas vai ajudar a modernizar a infraestrutura e criar um novo modelo de logística de medicamentos para o Estado, conforme explica Deodato. O acordo foi garantido pelo representante da Opas no Brasil, Joaquim Molina, em visita à Cema. Ao assegurar a retomada da parceria, Molina disse que a Opas enviará técnicos para acompanhar o processo, porque tem interesse em transformar o modelo implantado no Amazonas em referência para outros países apoiados pela organização.

"A Opas vai apoiar esta experiência, novamente, porque a logística de medicamentos é uma área que nos interessa na Amazônia, devido às particularidades da região. Queremos aprender com a experiência local e promover o intercâmbio benéfico aos dois lados", disse Molina. Ao ver uma apresentação sobre o APP CEMA 2018, Molina confessou-se impressionado com o nível de tecnologia que já vem sendo empregado pelo Governo do Amazonas.

APP CEMA 2018

O novo modelo de gestão da Cema foi criado por um servidor da casa, o assessor técnico especialista em informática Claudino Leite de Oliveira. O sistema possui 15 indicadores de gestão, que permitem, em tempo real, informação e controle de todos os procedimentos administrativos que envolvem aquisição dos insumos, entrega, pagamentos, controle de pacientes e dispensação de medicamentos.

São eles: Posição de Estoque, Painel de Agendamentos, Consultar Pacientes, Medicamentos e PPS (Produtos para a Saúde), Consultar CID (Código Internacional de Doenças), Consultar Produtos, Consultar Agendamento, Mapa de Agendamento, Mapa de Dispensação, Mapa de Compras, Consultar Empenhos, Consultar Nota Fiscal, Itens por Modalidade, Itens por Programa e Fornecedores.

Nos itens relacionados a estoque Posição de Estoque, Mapa de Compras, Consultar Empenhos, entre outros – é possível saber, por exemplo, qual o estoque de um determinado medicamento e, com base no mapa de consumo médio das unidades de saúde, programar as compras, garantido que a medicação não falte. É possível saber, ainda, sobre o tempo de vencimento de toda a medicação em estoque. Em complemento com o item Medicamentos e PPS, é possível saber se o produto em falta no estoque está empenhado e quem é o fornecedor, para acompanhar a entrega.

Em relação ao fornecedor, no item Consultar Nota Fiscal, é possível visualizar todo o processo das notas em trâmite, desde a entrada na Cema, até o pagamento cair na conta do fornecedor. O sistema mostrou que o processo passa por 13 fases dentro da Cema e dos órgãos relacionados – Susam e Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) –, o que é considerado um exagero e o órgão já estuda uma forma de reduzir para a metade, diminuindo a burocracia, sem desprezar a legalidade e o ordenamento jurídico.

“Este é um indicador fundamental, porque nos mostra qual o fluxo e o tempo que leva em cada uma das 13 fases do pagamento. Dá para saber em qual setor – da Cema, da Susam ou da Sefaz – a nota está parada, identificar o problema e corrigir”, observa o coordenador da Cema, o engenheiro civil Olavo Tapajós, doutor em logística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Segundo Olavo, resolver o entrave no pagamento, agiliza a entrega do produto pelo fornecedor e beneficia a população que precisa do medicamento ou PPS em tempo hábil.

Um detalhe importante é que o fornecedor tem acesso ao sistema e também pode acompanhar, de forma transparente, o que está se passando. Em contrapartida, a Cema pode acompanhar, em tempo real, todos os passos do fornecimento e também cobrar uma posição sobre atrasos em entregas, por exemplo.

“É um sistema transparente, que mostra aos dois lados onde estão as falhas, para que sejam corrigidas de imediato”, diz Olavo, ao ressaltar que um dos itens aponta os empenhos em atraso pelo fornecedor.

De acordo com a executiva da Distribuidora Moderna, fornecedora do Estado há mais de 15 anos, Alba Teles, o sistema já traz mudanças significativa em termos de redução de prazos de pagamento das notas. "Antes, era uma luta para receber. Tínhamos que ficar indo na Susam, para acompanhar o processo. Hoje, podemos acessar o sistema aqui mesmo na Cema e ver se o pagamento está fluindo ou se está com algum problema que precise ser resolvido. Isso deu maior celeridade no processo. Pagamentos que já demoraram um ano para serem feitos, atualmente, são resolvidos em 15  a 60 dias, no máximo.

Para completar a parte relativa ao fornecedor, o sistema gera, em um dos itens, a emissão do Atestado de Capacidade, que habilita o fornecedor a participar de licitações. “O APP CEMA 2018 é um programa feito sob encomenda e sob medida, único no Brasil, que hoje nos permite maior controle, elementos para a tomada de decisões para corrigir falhas e nos ajuda a gerenciar melhor os recursos com os quais trabalhamos”, destaca Olavo Tapajós.

Atenção ao Usuário

Nos itens relacionados ao acompanhamento dos usuários da Cema, estão todos os pacientes cadastrados no Programa Estadual de Medicamento Especializado (Proeme), que oferta, gratuitamente, remédios de alto custo, além de outros programas que entregam produtos, como fralda e alimentação especial. O Painel de Agendamento do sistema programa a entrega e avisa ao usuário, por mensagem de SMS, a data em que ele deve ir à Cema fazer a retirada.

O agendamento, uma novidade na Cema, ajuda a regular o fluxo de pessoas, estabelecendo uma média diária de atendimentos e reduz o tempo de espera no balcão. Ainda foi criado um sistema novo de senha eletrônica, já com base na nova classificação de prioridade estabelecida pelo Governo Federal, em que pacientes idosos com mais idade são atendidos primeiro. A Cema também criou, recentemente, o Proeme em Casa, em que os usuários com limitações de locomoção recebem a medicação na própria residência.

*Com informações de assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade