Publicidade
Cotidiano
INOVAÇÃO

Governo do Amazonas lança projeto de plataforma para integrar serviços do Estado

Ferramenta “Meu Amazonas” é considerada o embrião da chamada Secretaria do Futuro. Plataforma vai agregar os serviços oferecidos pela rede de Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) 07/05/2018 às 17:13
Show meu
Foto: Divulgação
acritica.com* Manaus (AM)

O Governo do Amazonas lançou, nesta segunda-feira (7), o que considera ser o embrião da chamada Secretaria do Futuro, que nasce a partir do conceito de trabalhar um governo integrado, com apoio da tecnologia, facilitando a vida dos amazonenses. Nesse sentido, foi apresentada a futura plataforma de serviços digitais do Estado, batizada de “Meu Amazonas”. A ferramenta vai reunir serviços e informações das principais secretarias estaduais.

Entre as funções da plataforma “Meu Amazonas”, estará o Bom Cidadão, que vai estimular a população a interagir por meio de premiações. Além disso, a plataforma vai agregar os serviços oferecidos pela rede de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs).

“A gente precisa, principalmente, integrar o governo, fazer o governo se comprometer mutuamente, como uma engrenagem natural. Nesse sentido, o governo resolveu criar um grupo de trabalho, embrionário de uma secretaria, que estamos chamando de Secretaria do Futuro. É exatamente através desse mecanismo que vamos começar um processo de interação administrativa, visando economia de tempo e redução burocrática, enfim, tudo que queremos para melhorar o perfil da administração pública”, explicou o governador.

O grupo de trabalho criado é formado pelos empresários José Benchimol, Enrike Bandeira, James Italiano e Paulo Pacheco. A partir de agora, a equipe vai montar uma agenda de visitas para reunir o trabalho digital já realizado pelas secretarias, além de colher suas demandas, juntamente com técnicos da empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam) e apoio da Casa Civil. O governador Amazonino Mendes pediu prioridade das secretarias para o atendimento das necessidades do grupo.

Discussões iniciadas

“Nós já estamos discutindo desde o ano passado um meio necessário para economizar os recursos públicos do estado, dar mais agilidade e fazer com que a sociedade possa participar de forma efetiva, fazer com que na palma da mão os cidadãos possam resolver suas questões relacionadas aos serviços disponibilizados pelo Governo do Estado”, explicou o empresário Paulo Pacheco.

De acordo com o empresário José Benchimol, esse é um projeto que começou antes das eleições suplementares de 2017. “Havia uma lacuna no processo digital interface do cidadão com o estado, então, surgiu a necessidade de modernizarmos essa frente, além da necessidade de um maior engajamento da população. Essa é uma plataforma para viabilizar esse engajamento da população com o estado”, afirmou José Benchimol.

*Com informações da assessoria de imprensa.

Publicidade
Publicidade