Terça-feira, 18 de Maio de 2021
ESTRATÉGIA NOTURNA

Governo do AM vai ampliar cirurgias noturnas para prevenir superlotação

Desde outubro de 2020, o plano Gira Leitos já realizou 676 cirurgias ortopédicas



FOTO__1__74BAA26B-9EB1-4D5C-8DFA-53D6538E4634.jpeg Foto: Divulgação
23/04/2021 às 12:47

O Governo do Amazonas vai ampliar o plano Gira Leitos, lançado em outubro do ano passado para reduzir, por meio da realização de cirurgias ortopédicas no horário noturno, a lotação nos três principais prontos-socorros da rede estadual de saúde. Na nova fase, o plano está sendo institucionalizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), incluindo as cirurgias ortopédicas noturnas na rotina dos Hospitais e Prontos-Socorros (HPS) João Lucio Machado, 28 de Agosto e Platão Araújo.

O objetivo da secretaria é ampliar a oferta de atendimento ortopédico nos prontos-socorros, considerando a alta demanda e a pressão que os traumas ortopédicos exercem nas unidades de urgência e emergência, como explica a secretária executiva de Urgência e Emergência, Mônica Melo.



“A gente resolveu institucionalizar, incorporar ao contrato da empresa de ortopedia esses dois plantões noturnos, das 19h à 1h, oportunizando o aumento dos procedimentos cirúrgicos, conforme o número de atendimentos de uma unidade de saúde”, disse.

Nos últimos meses, o atendimento de pacientes com Covid-19 vem dando lugar aos atendimentos não Covid. Conforme a SES-AM, os acidentes de trânsito são a segunda maior causa de internação nos três prontos-socorros de Manaus, e a maior causa dos traumas ortopédicos. Entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021, foram 73,6 mil atendimentos por essa causa.

“Em função disso, a gente viu aí a oportunidade, diante de um efetivo Gira Leitos no primeiro e no segundo momento, de institucionalizar esses dois plantões noturnos para aumentar o número de procedimentos cirúrgicos ortopédicos”, completa a secretária.

Desde outubro do ano passado, quando teve início o plano Gira Leitos, foram realizadas 676 cirurgias ortopédicas nos três prontos-socorros. O plano ajudou a reduzir o número de pacientes internados nos prontos-socorros antes da segunda onda. 

Conforme o  ortopedista Hélder Sena, a medida é benéfica e vem para ajudar o sistema de saúde do Amazonas até como prevenção para uma possível terceira onda de casos da Covid-19.

“Uma ideia muito boa que está dando certo, e agora está se fazendo uma contratação de modo que isso vire rotina, não pare. O paciente tem uma rotatividade mais alta, ele vai embora pra casa mais rápido. Assim vão sobrar mais leitos, se por acaso tiver algum acidente ou mesmo que venha uma terceira onda da Covid”, afirma o médico.

Além de instituir a cirurgia ortopédica noturna na rotina dos prontos-socorros, a SES-AM também vai ampliar o atendimento de ortopedia na rede. Alguns serviços de Pronto-Atendimento (SPA) terão ortopedistas atendendo pacientes com traumas leves e moderados, para desafogar os prontos-socorros.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.