Publicidade
Cotidiano
Notícias

Governo estrutura hospitais para realizar primeiro transplante de fígado e de coração do AM

Em 2012, houve um percentual de 35% no aumento do número de transplantes no AM, perdendo apenas para o Pará, que obteve 56% nesse tipo de procedimento 04/02/2013 às 09:03
Show 1
Hospitais Adriano Jorge e Francisca Mendes estão sendo equipados e com profissionais treinados para fazerem transplantes
Ana Célia Ossame ---

O primeiro transplante de fígado no Amazonas deverá acontecer até o final do primeiro semestre deste ano e será resultado de uma parceria firmada entre o Governo do Estado e os hospitais paulistas Sírio Libanês, Instituto do Coração (Incor) da Universidade de São Paulo (USP) e Hospital Bandeirantes.

A informação é do secretário de Estado da Saúde, Wilson Alecrim, que anuncia também que em breve será realizado o primeiro transplante de coração no Estado, que é apontado pelo Ministério da Saúde como um dos que mais contribuíram para o aumento de 47% no número de transplantes realizado na região Norte.

Ano passado, houve um percentual de 35% no aumento do número de transplantes. O Estado só fica abaixo do Pará, que obteve o índice de 56% nesse tipo de procedimento. Em 2012 foram feitos 212 transplantes de rim e córnea na rede pública, informa o secretário da Susam.

Atualmente, o Amazonas realiza apenas transplantes de rim e córnea a partir de doador falecido e de rim, entre vivos. Os demais procedimentos são feitos em outros Estados.

De acordo com Alecrim, essa expansão está sendo coordenada na preparação da Fundação Hospital Adriano Jorge, que será referência para transplante de fígado ainda este ano, e da Fundação Hospital Francisca Mendes, reestruturada para ser o Hospital do Coração do Amazonas, como primeiro transplante de coração programado para 2014.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).

Publicidade
Publicidade