Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021
Brasília

Governo impõe sigilo de cem anos sobre acesso dos filhos de Bolsonaro ao Planalto

Juristas afirmam que os filhos do presidente deveriam ter as mesmas regras de outras pessoas



jair-bolsonaro-filhos-diplomacao-2018-0770.jpg_D61C274C-E2D6-46D5-805E-6F1A9B2B0375.jpg Foto: Divulgação
01/08/2021 às 12:15

O governo Bolsonaro colocou em sigilo de cem anos informações em nome de Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), enquanto visitantes do Palácio do Planalto. 

O documento confirmando a ação foi enviada para Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).



A revista "Crusoé" solicitou, via Lei de Acesso à Informação (LAI), a "relação de filhos do Presidente da República que possuem ou possuíram cartões de identificação que dão ingresso às leitoras e vias de passagem do Palácio do Planalto e Anexos, acompanhada da respectiva data de emissão e de devolução do cartão de acesso entre 2003 e 2021".

A Secretaria-Geral da Presidência respondeu impondo sigilo às informações. A secretaria alegou que as informações solicitadas dizem respeito “à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem dos familiares do Senhor Presidente da República, que são protegidas com restrição de acesso, nos termos do artigo 31 da Lei nº 12.527, de 2011".

Juristas afirmam que os filhos do presidente deveriam ter as mesmas regras de outras pessoas

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.