Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
A execução de Rodrigo Gularte ocorreu na prisão de Nusakambangan
publicidade
publicidade

Notícias

Governo lamenta execução de brasileiro na Indonésia e cita "fato grave" na relação bilateral

Gularte, que ficou preso por 10 anos na Indonésia, tornou-se o segundo cidadão brasileiro a ser executado na Indonésia neste ano, após o fuzilamento de Marco Archer, em janeiro, também condenado por tráfico de drogas


28/04/2015 às 16:43

O governo afirmou nesta terça-feira que recebeu com "profunda consternação" a notícia da execução do brasileiro Rodrigo Gularte, condenado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, e disse considerar um "fato grave" nas relações entre os dois países.

"Constitui fato grave no âmbito das relações entre os dois países e fortalece a disposição brasileira de levar adiante, nos organismos internacionais de direitos humanos, os esforços pela abolição da pena capital", segundo nota da Presidência.

O comunicado diz ainda que a presidente Dilma Rousseff havia enviado carta ao seu homólogo indonésio para reiterar "seu apelo para que a pena capital fosse comutada, tendo em vista o quadro psiquiátrico do brasileiro, agravado pelo sofrimento que sua situação lhe provocava nos últimos anos".

Gularte, que ficou preso por 10 anos na Indonésia, tornou-se o segundo cidadão brasileiro a ser executado na Indonésia neste ano, após o fuzilamento de Marco Archer, em janeiro, também condenado por tráfico de drogas.

publicidade

(Por Tatiana Ramil)




publicidade
publicidade
Dupla é presa com mais de 10 kg de cocaína em embarcação no Centro
Seleção amazonense de halterofilismo conquista sete medalhas em Curitiba
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.