Domingo, 21 de Julho de 2019
IMÓVEIS

Governo muda regra de crédito imobiliário e prevê injeção gradual de R$ 80 bilhões

O governo manteve o direcionamento mínimo de 65% dos recursos captados em depósitos de poupança para operações de financiamento imobiliário



im_vel.JPG Foto: Reprodução/Internet
31/07/2018 às 18:08

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta terça-feira uma série de medidas buscando incentivar a concessão de crédito imobiliário no país, prevendo a injeção de cerca de 80 bilhões de reais ao direcionamento dessa modalidade de financiamento.

O governo manteve o direcionamento mínimo de 65% dos recursos captados em depósitos de poupança para operações de financiamento imobiliário, mas deixou de estabelecer que 80% desses recursos destinem-se obrigatoriamente a operações contratadas nas condições do Sistema Financeiro da Habitação (SFH). Segundo nota do Banco Central, a alteração passará a incentivar a contratação de imóveis de menor valor.

Em nota, o BC afirmou que esse efeito será gradual e terá início em janeiro de 2019 se estendendo pelos próximos seis anos.

O governo também ampliou para R$ 1,5 milhão o limite de valor de avaliação do imóvel financiado, teto que valerá para todo o país.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.