Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Notícias

Grupo Chibatão investe R$ 262 milhões em logística no Amazonas

No local, existe o maior píer flutuante do mundo, com 710 metros de comprimentos, com quatro novos guindastes que vão entrar em operação até dezembro deste ano



1.jpg No cais flutuante, foram instalados quatro novos guindastes fixos Liebherr LHM600 com capacidade para 50 toneladas e alcance de 58 metros cada
27/10/2015 às 18:22

Considerado o maior complexo portuário da América Latina e responsável por 80% de toda a movimentação de cargas do Amazonas, o Grupo Chibatão investiu R$ 262 milhões para a melhoria da logística do Estado entre 2014 e 2015.

Exibe agora o maior píer flutuante do mundo, com 710 metros de comprimentos, com quatro novos guindastes que vão entrar em operação até dezembro deste ano; expansão do pátio para 360 mil metros quadrados, inaugurado no inicio de outubro, com capacidade de armazenagem de pelo menos três mil contêineres simultaneamente; aquisição de outros oito novos guindastes sobre rodas - RTG’s - com capacidade para 45 toneladas, além dos que já estão em operação.



Dessa forma, o processo de reestruturação do Grupo incluiu ainda na gestão profissional, visando à longevidade da organização, que possui 30 anos de mercado. Isso tudo caminhando na contramão da situação econômica do Brasil.

Hoje, o Grupo Chibão é formado por seis empresas familiares – Porto Chibatão, Tomiasi Transportes, ATR Logística, HTR Armazéns, Transportes e Logística, OGT Transporte, Terminais e Logística e J.F. Oliveira Navegação.

De acordo com o diretor-executivo geral do Grupo Chibatão, Jhony Fidelis, a capacidade da estrutura aumentou em 50% com a expansão. “O terminal operava com quatro navios; agora opera simultaneamente com seis”, explica.

Como se não bastasse, ainda no cais flutuante, foram instalados quatro novos guindastes fixos Liebherr LHM600 com capacidade para 50 toneladas e alcance de 58 metros cada. “Pretendemos criar melhores opções de armazenagem para o Polo Industrial e o comércio de Manaus. Com mais espaço, vamos poder evitar filas e acúmulo desordenado de produtos dos clientes”, explica o diretor-executivo geral do Grupo Chibatão, Jhony Fidelys.

Capacitação

O grupo também investiu pesado na capacitação de seus profissionais. O resultado, foi ter sido uma das empresas a receber o prêmio Ser Humano Ozeneide Casanova Nogueira, da Associação Brasileira de Recursos Humanos Amazonas (ABRH-AM), na modalidade Gestão de Pessoas, categoria empresa, com o programa Academia do Servir RH+Gestor, de capacitação, qualificação e treinamento de pessoal.

Um bom exemplo foi a criação da “Escola de Formação Continuada para Motoristas”, para capacitar e qualificar seus motoristas.

“A meta foi treinar, qualificar e formar a mão-de-obra com qualidade. O programa formará colaboradores de acordo com o perfil do Chibatão, capacitando-os para operar com segurança e eliminar os acidentes dentro e fora do Porto Chibatão” explicou Fidelis.

As turmas do curso, que teve duração de cinco meses e turmas de 15 alunos por vez, trabalharam com módulos educacionais de saúde e segurança, técnicos e comportamentais. Do total de 343 motoristas do grupo, 118 já participaram do projeto. A meta é que todos participem até o próximo ano.

Atendimento

Ainda como parte de seus investimentos, o Grupo Chibatão desenvolveu uma nova ferramenta de atendimento ao consumidor, o Serviço de Atendimento Chibatão (SAC), um canal de comunicação estratégica.

O projeto desenvolvido pela empresa vai criar um novo módulo para ouvir e controlar demandas, necessidades e sugestões referentes aos produtos e serviços prestados.

Todas as informações deverão ser registradas no sistema através das opções “Registrar Atendimento”, logo após, o usuário irá informar o tipo de atendimento: “Reclamação”, “Elogio”, “Sugestão”, “Denúncia” e registrar o atendimento realizado.

Idealizado em conjunto com o desenvolvedor da empresa Modallport, o novo sistema tem um link de atendimento direto com o Grupo Chibatão, que permite mais interação e proatividade.

Segurança

A segurança também foi palavra de ordem. Entre as diversas ações realizadas, o Grupo Chibatão promoveu a 11ª edição da Semana Interna de Prevenção de Acidente de Trabalho Portuário (Sipat/SIPATP), com ações em todas as unidades da empresa. Sob o tema “Perca um minuto na vida e não a vida em um minuto”, a atividade aconteceu de 21 a 25 de setembro.

Durante a semana, os colaboradores da empresa participaram de palestras sobre os mais variados temas, que impactam no desempenho do seu trabalho e também em sua saúde. “Para nós, segurança do trabalho é prioridade máxima, e além das ações que promoveremos durante a semana, ao longo de todo o ano são realizadas diversas atividades, palestras e campanhas que orientam os nossos colaboradores sobre o comportamento ideal e os procedimentos de saúde,segurança e meio ambiente”, destaca Jhony Fidelis.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.