Publicidade
Cotidiano
Notícias

Grupo de policiais civis acusados de tortura no interior do AM se entrega na Delegacia Geral

Um delegado, dois investigadores e um escrivão são acusados dos crimes de tortura, tentativa de homicídio, lesão corporal de natureza gravíssima, abuso de autoridade, peculato, prevaricação e formação de quadrilha no município de Maués, a 268 quilômetros da capital 19/11/2013 às 13:01
Show 1
Policiais estão foragidos
acritica.com Manaus (AM)

Entregaram-se na manhã desta terça-feira (19) na Delegacia Geral da Polícia Civil, o delegado Mário Sérgio Leite de Melo, os investigadores Fabrício Negreiros do Couto Martins e Jacob dos Santos Moraes e o escrivão Francisco Sullivam Régis Marinho. O grupo é acusado dos crimes de tortura, tentativa de homicídio, lesão corporal de natureza gravíssima, abuso de autoridade, peculato, prevaricação e formação de quadrilha no município de Maués, a 268 quilômetros da capital.

Os suspeitos de dirigiram à sede da Polícia Civil localizada na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, Zona Oeste da cidade. Eles estavam foragidos desde agosto, quando foram denunciados pela promotora de justiça de Maués, Yara Marinho, com base em denúncias que chegaram a ela por meio de vítimas e seus familiares, a maioria por abuso de autoridade e tortura contra presos.

A polícia civil irá divulgar nota oficial sobre a rendição do grupo durante esta tarde.


Publicidade
Publicidade