Publicidade
Cotidiano
VENEZUELA

Guaidó diz que visita ao Brasil busca restabelecer democracia na Venezuela

Autoproclamado presidente da Venezuela tem encontro com o presidente Jair Bolsonaro, em Brasília. Antes ele se reuniu com embaixadores de vários países 28/02/2019 às 12:21
Show mcmgo abr 28021912272 afa534dd 522b 4b45 9f38 8b185e088c7b
Foto: Agência Brasil
Agência Brasil Brasília (DF)

Em Brasília desde a madrugada de hoje (28), o deputado Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela, disse que busca apoio para o restabelecimento da democracia venezuelana e o retorno dele ao país.

Guaidó, que será recebido no início da tarde pelo presidente Jair Bolsonaro, esteve na representação da União Europeia, com embaixadores de nações que consideram a interinidade dele como legítima.

De acordo com aliados, Guaidó conta com apoio de 52 países, incluindo Brasil e Estados Unidos. "Viemos realizar importantes reuniões de trabalho para construir as condições e a cooperação internacional em nosso caminho para a liberdade", escreveu Guidó, na conta dele no Twitter.

Guaidó estava na Colômbia, onde liderou a tentativa de entrega de ajuda humanitária aos venezuelanos, recusada por Nicolás Maduro. A Suprema Corte da Venezuela proibiu Gauidó de deixar o país, e ele corre o risco de ser preso ao retornar.

O venezuelano deve ficar em Brasília até amanhã para uma série de reuniões. Ele deve se encontrar com o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Publicidade
Publicidade