Publicidade
Cotidiano
Notícias

Helicópteros da Polícia Militar estão parados por falta de manutenção

Festa de Réveillon deve fica sem duas aeronaves da PM pois só podem voar se estiverem com toda a documentação em dia 26/12/2014 às 21:19
Show 1
Helicóptero com câmeras termais não foram usadas no assalto ao banco Itaú em setembro deste ano por estar com ‘problemas’
luana carvalho ---

Dois helicópteros da Polícia Militar do Amazonas, modelo Esquilo AS350 B3e, estão parados por falta de manutenção às vésperas das festas de Réveillon. Uma fonte de A CRÍTICA  informou que as aeronaves estão há quase seis meses sem uso, guardados em um hangar no Aeroclube do Amazonas, Flores, Zona Centro-Sul.

A Polícia Militar negou que os helicópteros estivessem parados. No entanto, na mesma nota enviada ao jornal, a instituição se contradiz ao afirmar que “atualmente a PM está aguardando nova licitação para manutenção de aeronave, tendo em vista que o contrato com a empresa atual encerrou”.

Outros questionamentos foram feitos, como os custos para manutenção das aeronaves; quais aeronaves estavam paradas por falta de manutenção e lista com as últimas ações em que as aeronaves foram utilizadas. Porém, a PM respondeu as informações.

Procurado pela reportagem, o secretário de segurança pública, coronel Paulo Roberto Vital, disse que desconhece o fato. Mas, quando uma agência do banco Itaú foi assaltada por um bando armado com metralhadoras, em setembro deste ano, o coronel afirmou à reportagem, na época, que a aeronave com câmeras termais e capacidade para identificar o alvo a longa distância não foi usada pela polícia  porque “estava com problema”.

Fim de ano

O secretário executivo adjunto de Segurança para Grandes Eventos, coronel Dan Câmara, informou que a aeronave com  plataforma de observação não será utilizada durante as festas de Réveillon porque continua com “problema”. “As aeronaves só podem voar se estiverem com toda a documentação em dias. Houve dificuldades de licitação para renovar a manutenção”, comentou Dan Câmara. 

De acordo com Câmara, o único helicóptero que deve ser utilizado é o Schweiser, modelo 269C-1. “As aeronaves maiores estão com problema. Mas parece que o helicóptero menor será utilizado”. Segundo ele, a corporação terá o apoio das aeronaves da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

“Outras aeronaves estarão à disposição da segurança. Está tudo sendo aplicado  integradamente, como na Copa do Mundo.  Se Deus quiser vamos ter um Réveillon super tranquilo”, enfatizou Dan Câmara.

Manutenções

A Helibras, fabricante das aeronaves modelo Esquilo AS350 B3e, informou que as manutenções de qualquer modelo de helicóptero consistem em inspeções horárias (vencem por quantidade de horas voadas) e de calendário (vencem por ciclo de tempo). Além dessas, ainda podem haver manutenções diferenciadas para determinadas aeronaves que tenham uma modificação em sua configuração ou equipamento específico. Estas aeronaves, especificamente, devem receber manutenção a cada cem  horas de voo, no máximo.

Blog: Dan Câmara, Sec. Adjunto Executivo de Seg. para Grandes Eventos

Foi feito um plano diferenciado, integrando segurança  para esses locais,  assim como foi aplicado na Copa do Mudo de 2014  .  Além disso, fizemos uma análise de risco em algumas questões maisvulneráveis. Montaremos um centro de comando e controle que vai estar interligados com o Centro Integrado de Comando e Controle Regional nos três pontos da cidade onde terão festas. Se Deus quiser vamos ter um evento tranquilo  nesses lugares. Contaremos também com o apoio do Departamento Nacional de Trânsito no Amazonas (Detran-AM), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), Corpo de Bombeiros e outros órgãos.

Publicidade
Publicidade