Domingo, 24 de Janeiro de 2021
SAÚDE

HIV: com a pandemia, número de testagens cai no Amazonas

No Amazonas, atualmente 8.370 pessoas estão convivendo com o HIV. No período de janeiro a julho de 2020, foram notificados 605 novos casos de HIV em adultos em todo o Amazonas



show_1301793_3A3EBE90-283F-4662-B7BF-C43780E900F0.jpg Foto: Arquivo AC
30/11/2020 às 17:52

No dia 1º de dezembro é celebrado o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. A data, estabelecida internacionalmente com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), tem como objetivo reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com portadores da doença. Em razão do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, o Ministério da Saúde instituiu em 2017 o Dezembro Vermelho, campanha de conscientização para o tratamento precoce da Aids e de outras infecções sexualmente transmissíveis.

Em 2020, o mundo se voltou a pandemia do novo Coronavírus, mas essa prioridade absoluta dada à Covid-19 pela maioria das autoridades sanitárias impactou o cuidado e a prevenção ao HIV/Aids, isso pela dificuldade de acesso ao sistema de saúde devido o distanciamento social.



A interrupção em qualquer uma das etapas no cuidado contínuo do HIV, como se sabe, impacta negativamente no controle da infecção e nos avanços que foram conquistados ao longo das últimas quatro décadas, ao custo do árduo trabalho de cientistas e profissionais de saúde.

Durante a pandemia, a testagem fora das unidades de saúde foi suspensa e dentro delas diminuiu. Com isso, o número de pessoas que iniciaram a terapia antirretroviral também caiu. De janeiro a maio de 2020, o Ministério da Saúde registrou queda de 17% na testagem em comparação com o mesmo período do ano anterior.

"No geral houve uma diminuição nos diagnósticos novos, ainda não sabemos se isso significa uma retração no número de infecções ou se é reflexo da baixa procura para testagem num momento de isolamento social, o que é o mais provável", explicou o infectologista Fernando Maia.

O atraso na testagem significa que as pessoas que testaram positivo e que deveriam iniciar o tratamento logo, consequentemente, terão progressão menos favorável de sobrevida, aumentando a transmissão do HIV e sua incidência.

Amazonas

No Amazonas, atualmente 8.370 pessoas estão convivendo com o HIV. No período de janeiro a julho de 2020, foram notificados 605 novos casos de HIV em adultos em todo o Amazonas.

Em 2019, no período de janeiro a julho, foram notificados 1.050 novos casos de HIV.

Programação Dezembro Vermelho

Em Manaus, A Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) realiza, neste dia 1⁰ de dezembro, a abertura do “Dezembro Vermelho”.

A programação para o mês inclui oferta de testagem, tanto na Fundação como em empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM), palestras, além da distribuição gratuita de preservativos masculinos e femininos.

Em dois de dezembro, ocorrerá um dia de testagem para HIV no ambulatório da FMT-HVD. Durante todo o mês, a equipe da Fundação visitará algumas empresas do PIM com o objetivo de realizar mais de 600 testes. Além da testagem, serão realizadas palestras e distribuição de preservativos nestes locais.

Acompanhamento

Para o acompanhamento das pessoas vivendo com HIV na capital existem sete unidades, sendo seis Serviços de Assistência Especializada (SAEs) e duas Unidades Básicas de Saúde (UBS), distribuídas pelas diferentes zonas da cidade. A lista inclui: FMT-HVD, Fundação Alfredo da Matta, Policlínica Gilberto Mestrinho, Caimi Ada Viana e Policlínica Antônio Aleixo.

No interior, são sete SAEs ao todo, com uma unidade em cada um dos seguintes municípios: Parintins, Tabatinga, Tefé, Coari, Itacoatiara, Benjamin Constant e Maués.

News arquipo goes 2c317e75 17b0 4df4 8ca8 d44839069971
Repórter do acritica.com
Jornalista formado pelo Centro Universitário do Norte (Uninorte), natural do município de Coari-AM

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.