Publicidade
Cotidiano
Notícias

Homem é morto com tiro na testa durante tentativa de assalto à casa da mãe dele, em Itacoatiara

Ramon, de 39 anos, chegava do trabalho à casa da mãe quando foi surpreendido por dois homens e uma mulher que tentavam assaltar joias 12/02/2016 às 17:56
Show 1
Ramon de Oliveira Alves
Kamyla Gomes ---

Um homicídio ocorrido no final da manhã desta sexta-feira (12) no município de Itacoatiara deixou a população indignada e revoltada. Por volta de 11h50, um homem foi morto com um tiro na testa após uma tentativa de assalto à residência da mãe dele.

A vítima é Ramon de Oliveira Alves, de 39 anos. Ele estava na casa da mãe, na rua Isaac Perez, no Centro do município, quando dois homens e uma mulher ainda não foram identificados entraram na casa. Os suspeitos utilizaram uma motocicleta de cor preta, possivelmente modelo Bros.

As informações foram confirmadas pelo major Marcos Beckman, que comanda o Batalhão de Polícia Militar de Itacoatiara. O major explicou que a mãe da vítima trabalha em uma loja de revenda de joias, e que a mesma guardava peças em sua residência. “Possivelmente alguém sabia da existência dessas joias na casa dela e então informaram para alguém”, disse o major Beckman.

“Eles chegaram se passando por clientes por lá e logo anunciaram o assalto, em seguida deram uma coronhada na cabeça da vítima”, relatou o major. Segundo ele, nesse instante o filho da vítima chegava do trabalho em casa quando viu a ação. Nervosos com uma possível reação, os criminosos deram um tiro em Ramon, e em seguida fugiram.

A vítima caiu em frente à calçada e ainda chegou a ser socorrida e levada para o hospital de Itacoatiara, onde não resistiu e foi a óbito. O caso gerou revolta e indignação para os moradores e também familiares. Em uma página do Facebook, eles publicaram que iriam se mobilizar para realizar um protesto.

Beckman disse que tanto a Polícia Militar quanto a Civil estão trabalhando intensamente para localizar o quanto antes os criminosos. “O que os populares nos passaram é que todos eles estavam com boa aparência. Os dois homens altos e magros e a mulher com estilo ‘bombabinha’, o que ajudará muito para identificarmos”, acrescentou.

O major disse que o crime deixou todos tristes. “O que eles fizeram foi algo que deixará a mãe com um trauma eterno, sem contar que não tem pena que pague o que eles fizeram”, finalizou. O caso foi registrado na Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara.

Publicidade
Publicidade