Publicidade
Cotidiano
CRIME AMBIENTAL

Homem é preso por vender e manter em cativeiro 39 tartarugas em Lábrea, no AM

A polícia encontrou na casa dele quelônios de diversos tamanhos em cativeiro inapropriado, caracterizando assim crime ambiental 05/06/2018 às 09:54
Show tartarugas agora
Os animais foram encontrados em cativeiro inapropriado (Foto: Divulgação/PM)
acritica.com* Manaus (AM)

Um homem identificado como João Cícero foi preso na noite dessa segunda-feira (4) comercializando 39 tartarugas na rua Domingos Pinheiro, no bairro São José, no município de Lábrea, localizado no Sul do Amazonas, distante a 702 quilômetros da capital. Segundo a polícia, os animais foram retirados do rio Purus.

Após receber denúncias, uma guarnição da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) abordou o homem, que confessou a venda dos quelônios. Ele também autorizou a entrada da equipe policial na residência dele, onde foi detectado que havia tartarugas de diversos tamanhos em cativeiro inapropriado, caracterizando assim crime ambiental.

Depois dos procedimentos, os animais foram conduzidos para a sede do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em Lábrea. As tartarugas foram entregues ao gestor daquela unidade, enquanto o infrator foi conduzido para a Delegacia de Polícia no município do Amazonas. No local, foi registrado o flagrante delito contra a fauna brasileira.

Publicidade
Publicidade