Publicidade
Cotidiano
Notícias

Homem é preso por envolvimento em estupro de estudante em Iranduba-AM

Em depoimento, a jovem relatou que no momento da abordagem, Eliel e o comparsa, ainda foragido, usaram uma faca e o gargalo de uma garrafa para intimidá-la 27/08/2015 às 18:07
Show 1
De acordo com o delegado titular da 31ª DIP, Paulo Mavignier, Eliel, além do crime de estupro, está sendo investigado por diversos roubos ocorridos em Manacapuru
acritica.com Manaus (AM)

Na manhã desta quinta-feira (27) policiais civis da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), prenderam, em flagrante, Eliel Gomes da Silva, 23, conhecido como “Zinho”, por envolvimento no estupro de uma estudante de 18 anos.

O crime aconteceu na última quarta-feira (26) na Rua Cinco, bairro Nova Veneza, no Distrito de Cacau Pirêra, mesmo endereço onde foi realizada a prisão em flagrante. Em depoimento na unidade policial, a jovem relatou que no momento da abordagem, Eliel e o comparsa dele, ainda foragido, usaram uma faca e o gargalo de uma garrafa para intimidá-la.

De acordo com o delegado titular da 31ª DIP, Paulo Mavignier, Eliel, além do crime de estupro, está sendo investigado por diversos roubos ocorridos em Manacapuru, a 68 quilômetros de Manaus.

“Após a notícia da prisão, a equipe de investigação passou a receber algumas denúncias da participação de Eliel em roubos na região. Estamos aguardando o comparecimento das vítimas para que o reconhecimento, então, seja feito”, declarou Mavignier.

Após os procedimentos policiais, Eliel permanecerá preso na 31ª DIP, à disposição da Justiça.  A autoridade policial solicita a colaboração da população para localizar César Augusto Gomes da Silva, conhecido como “Xuleta”, procurado por participação no crime. Ele é apontado como comparsa de “Zinho” na prática de delitos.

Qualquer informação a respeito do paradeiro de César, pode ser feita ao 181, Disque-Denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), ou a 31ª DIP, por meio do telefone (92) 3667-1002. A Polícia Civil do Amazonas assegura o sigilo das informações.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade