Segunda-feira, 30 de Novembro de 2020
PARINTINS

Homem é preso suspeito de estuprar os próprios filhos, de um, cinco e sete anos

O caso foi descoberto após a mãe levar a filha para uma Unidade Básica de Saúde; lá, ela relatou violência sexual à equipe e disse que irmãos também eram vítimas



parintins1_0C1B114E-DA19-4116-895E-890EB0AB87AA.jpg
24/10/2020 às 11:27

Um homem foi preso na tarde de sexta-feira (23), suspeito de estuprar os próprios filhos, de um, cinco e sete anos, no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus de Manaus). 

Segundo informações da polícia, os estupros ocorreram na própria casa do denunciado, no bairro Paulo Corrêa. O caso foi descoberto após a mãe levar a filha com uma secreção vaginal para a Unidade Básica de Saúde (UBS) da Família Mãe Palmira. 



Durante a consulta, a menina relatou para a médica ter sido estuprada pelo próprio pai e que os irmãos também foram abusados sexualmente. Em seguida, a mãe denunciou o caso no Conselho Tutelar. 

Conforme informações da conselheira tutelar, Íris Simas, as crianças foram submetidas a exames médicos e psicológicos por meio do Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS). 

"O papel do Conselho Tutelar é garantir direitos da criança e do adolescente. O órgão registrou Boletim de Ocorrência (BO) e está acompanhando o caso. Por meio do SAVVIS, as crianças foram submetidas ao atendimento médico com exames de conjunção carnal e coito. Elas também receberam medicação necessárias para combater e tratar as doenças infectocontagiosas", disse. 

Caso seja comprovado os estupros, o pai das crianças vai ser enquadrado pelo crime de estupro de vulnerável previsto no Artigo 217 (ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. A pena varia entre 8 a 15 anos de reclusão em regime fechado. 

O pai segue preso temporariamente na 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) em Parintins.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.