Publicidade
Cotidiano
Notícias

Homem morre atropelado ao tentar atravessar na faixa azul da avenida Constantino Nery

Em menos de uma semana, é a segunda morte de pedestre na faixa azul da av. Constantino, via exclusiva para ônibus BRS e veículos específicos em Manaus 07/03/2015 às 11:58
Show 1
Acidente ocorreu em frente ao estádio Arena da Amazônia, no sentido bairro/Centro
VINICIUS LEAL Manaus

Um homem identificado como Oriovaldo Trindade de Oliveira, 59 anos, morreu após ser atropelado por um ônibus articulado do sistema Bus Rapid System (BRS) na faixa azul da avenida Constantino Nery, na manhã deste sábado (7), em Manaus. Ele tentava atravessar a via, mas foi atingido pelo coletivo da linha 560, da Eucatur.

O acidente ocorreu por volta de 6h30, no trecho localizado em frente ao estádio Arena da Amazônia Vivaldo Lima, no sentido bairro/Centro. Segundo informações preliminares, Oriovaldo tentava atravessar da calçada em frente à Arena para o canteiro central da avenida, e não avistou o ônibus BRS.

O motorista da linha 560 não fugiu do local e foi espontaneamente prestar esclarecimentos no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O motorista disse que vítima teria desembarcado de outro ônibus do lado direito da avenida, no sentido bairro/Centro, e passado entre carros parados - por conta do sinal vermelho - para acessar o canteiro central.

Ao passar pelos veículos parados na via, Oriovaldo não teria avistado que o ônibus BRS vinha na faixa azul, que é exclusiva para esse tipo de coletivo e outros veículos específicos, e então foi atingido. O motorista do 560 não teve a identidade revelada. Ele contou, também em depoimento no 12º DIP, que tudo aconteceu muito rápido.

Segundo policiais do 12º DIP, o motorista relatou que, quando percebeu, Oriovaldo já estava perto demais do ônibus e não deu tempo de frear. A vítima não teve o corpo esmagado pelo coletivo, e sim foi atropelada e jogada para a extrema direita da via. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A equipe de perícia do Instituto de Criminalística da Polícia Civil foi acionada para estudar as circunstâncias do acidente. O Instituto Médico Legal recolheu o corpo da vítima. Ainda não se sabe se o motorista do 560 ficará preso, mas provavelmente ele seja autuado por homicídio culposo, sem a intenção de matar.

Segunda vítima

Este acidente com vítima fatal acontece em menos de uma semana de outra morte de pedestre no trânsito sobre a faixa azul da av. Constantino Nery, via que é exclusiva para ônibus articulado BRS e veículos específicos. Na terça-feira (3), o médico urologista João Leandro de Oliveira, 69, morreu atropelado ao tentar atravessar a via.

Publicidade
Publicidade