Publicidade
Cotidiano
Notícias

Homens confessam participação em duplo homicídio em barco de combustível no Rio Negro

Os dois homens presos hoje vão responder por latrocínio, mas a polícia ainda procura mais dois suspeitos pelo crime. Eles roubaram o barco, mataram seus ocupantes com golpes violentos e jogaram os corpos no rio 29/12/2014 às 17:14
Show 1
José Domingos Souza Mendes e Warleson Paulino Bastos
Kelly Melo Manaus (AM)

José Domingos  Souza Mendes, 22, e Warleson Paulino Bastos, 27, confessaram ter participado do duplo homicídio de Antônio Marcos Carpina de Lima e José Luiz de Souza, mortos dentro da embarcação de uma das vítimas na semana passada, no Rio Negro. Eles tiveram a prisão preventiva decretada durante o fim de semana, segundo a Polícia Civil, e contaram com frieza como executaram o crime.  Eles vão responder por latrocínio (roubo seguido de morte).

A delegada da Seccional Oeste, Sueli Costa, informou que chegou aos suspeitos através de testemunhas da comunidade onde os suspeitos foram presos,  em Novo Airão. Ainda segundo ela, outros dois homens estão envolvidos e são considerados os mandantes do crime. Huederson Paulina de Melo, o Moicano,  que é irmão de Warleson, e  Walber Brito do Nascimento, o Binho, ainda estão foragidos. Mas a polícia não descarta a possibilidade de haver outra motivação para crime, já que as vitimas foram esquartejadas, nem a participação de uma quinta pessoa.

Banalidade

A delegada explicou ainda que os quatros homens arquitetaram o crime apenas para roubar as vítimas que trabalhavam na embarcação vendendo combustível, produtos alimentícios e gelo. Eles chegaram a pegar R $ 3 mil,  uma espingarda e uma peça do barco. Apenas a arma e R $ 200 reais foram recuperados. À polícia,  José e Warleson disseram que foram ameaçados pelos foragidos e que receberiam apenas $700 pelo "trabalho".

Publicidade
Publicidade