Publicidade
Cotidiano
Conquista comunitária

Fundação Hemoam realiza a entrega do título 'Cidadão Hemoam' a parceiros da entidade

Título será entregue a personalidades que contribuem com ações sociais em prol da obra de construção do Hospital do Sangue 22/09/2016 às 05:00
Show hospital valendo
Desde o início deste ano, várias ações em prol da construção do hospital vêm sendo feitas. Foto: Antonio Menezes
Silane Souza Manaus

Cantores, poetas, empresários, entre outros, são algumas das personalidades amazonenses que serão homenageadas amanhã pela Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam) por contribuírem com as ações sociais em prol da obra de construção do Hospital do Sangue. A campanha “Conquista Comunitária”, lançada em fevereiro deste ano, arrecadou até agora cerca de R$ 100 mil, de acordo com o diretor-presidente fundação, Nelson Fraiji.
A cerimônia de agradecimento público acontecerá a partir das 10h, no salão do serviço de atendimento médico da instituição, na avenida Constantino Nery, Zona Centro-Sul.

Entre os agraciados pela FHemoam estão os cantores Lucilene Castro, Marcos Paulo, Cinara Nery, Márcia Siqueira e Zezinho Corrêa. O grupo de músicos amazonenses realizou, nos dias 2 e 3 deste mês, o musical “Mas podem me chamar de Chico” e toda a renda do evento foi destinada à campanha.

Para  Lucilene Castro, a homenagem não era necessária, mas os artistas a recebem com alegria e emoção. “O que nós fizemos não foi por obrigação e nem por querer algo em troca. Nós contribuímos com o que poderíamos, ou seja, com a nossa música. Se todo mundo ajudar da forma que puder tudo se torna mais fácil”, ressaltou.  

A empresária Maria das Graças Mota será homenageada por ter disponibilizado um dos iates  da empresa Itaporanga Transportes Fluviais para um passeio no rio Negro. O evento foi promovido pelas fundações Hemoam e Sangue Nativo, em julho deste ano, e a renda obtida também foi revestida para a construção do Hospital do Sangue. A empresária acredita que o gesto pode influenciar outras pessoas a ajudar a causa.

“A melhor forma de motivar as pessoas é dar exemplos.  Cedemos o barco e o evento que fizeram foi um sucesso. A gente se sente gratificado em poder ajudar com essa causa tão nobre. O Hemoam não é só um banco de sangue, é um hospital que oferece uma grande complexidade de serviços”, observou.

Também serão homenageados o músico e poeta Celdo Braga, o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga, além de empresas e construtoras locais. Durante a programação da cerimônia, os parceiros serão homenageados com o título de ‘’Cidadão Hemoam.

Obra está 35% concluída
A obra do Hospital do Sangue do Amazonas foi iniciada em junho de 2014 e está aproximadamente  35%  concluída. “Quase toda a obra estrutural da unidade foi construída, falta apenas a última base. Mas ainda falta muito para ser feito. Estamos programando novas ações com organizações sociais para arrecadar  recursos. Acreditamos que elas vão impactar muito no número de doações”, afirmou Nelson Fraiji. 

“Nós da Fundação Hemoam queremos agradecer as pessoas que estão nos apoiando nesta luta para terminarmos as obras. De forma simples e com muito amor, queremos dizer obrigado a essas pessoas”. “Os R$ 100 mil é uma quantidade muito boa, levando em conta que esse processo de voluntariado é novo na instituição e não tínhamos experiências em captar recursos desta forma”, salientou. 
 

 

Publicidade
Publicidade