Publicidade
Cotidiano
BRUMADINHO

IML identifica 176 vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho

Governo de Minas Gerais diz que 134 pessoas continuam desaparecidas, sendo 31 funcionários da mineradora e 103 terceirizados e moradores da região 22/02/2019 às 09:23
Show 985 7697c10a d611 4dfc 914e d15b082ed451
Foto: Agência Brasil
Agência Brasil Brasília (DF)

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais localizou 176 corpos de vítimas do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, região metropolitana de Minas Gerais. Todos os corpos foram identificados pelo Instituto Médico Legal (IML).

Segundo informações do governo de Minas Gerais, 134 pessoas continuam desaparecidas, sendo 31 funcionários da mineradora Vale e 103 trabalhadores terceirizados e moradores da região.

Desde ontem (20), uma equipe do Corpo de Bombeiros está fazendo buscas na área onde funcionava o almoxarifado da Vale. No local foi encontrado um corpo, removido para o IML para identificação.

O almoxarifado foi identificado pelo cruzamento de dados, de localizações georreferenciadas e de indicações do terreno. As buscas na área do almoxarifado se desenvolveram durante esta quinta-feira e continuarão amanhã (22), segundo o Corpo de Bombeiros.

O Corpo de Bombeiros trabalha em sete frentes de buscas na área da barragem que se rompeu no último dia 25 de janeiro. Nesta fase de escavações, o trabalho é mais difícil porque a lama está muito profunda. A corporação mineira atua com apoio de militares de outros estados.

Publicidade
Publicidade