Sábado, 25 de Maio de 2019
Economia

Imóveis: Vendas crescem 16% em 2018

Dados foram divulgados pelas entidades em reunião na manhã desta terça-feira, 29.



Reuni_o_Ademi_D4952A7B-F059-46D4-A72A-D83163E6FECE.jpg
Ademi-AM e Sinduscon-AM apresentam resultado da Pesquisa do Mercado Imobiliário de Manaus referente ao último trimestre 2018. Foto: Jair Araújo
29/01/2019 às 11:46

O ano de 2018 fechou com saldo positivo para o mercado imobiliário amazonense. De acordo com a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi) e com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM), o crescimento foi de 16% a mais que o ano anterior, ou seja, o faturamento saltou de R$ 517 milhões em 2017 para de R$ 603 milhões em 2018. Para este ano, espera-se um crescimento de 32%. Os dados foram divulgados pelas entidades em reunião na manhã desta terça-feira, 29.

Segundo o Presidente da Ademi, Albano Maximo, o maior volume de vendas ainda acontece por meio de projetos subsidiados como o ‘Minha Casa, Minha Vida’, e acresenta que, de modo geral, o mercado vive uma fase de retomada.

“Os preços do Minha Casa Minha Vida não foram afetados. Mas o mercado acima disso sofreu muito, tanto é que nos últimos anos não tivemos nenhum lançamento de produto acima do projeto. Os preços baixaram muito e hoje temos uma recuperação de preço em consumo desses estoques. O mercado imobiliário vem se recuperando. Espera-se que dentro de pouco tempo aconteçam lançamentos pelo consumo desses estoques”, diz.

Com relação às vendas, que totalizam 834 unidades, 50% desse total, são referente às vendas de imóveis econômicos pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’. O restante divide-se em médio e alto padrão. Para o presidente da Comissão Imobiliária, Marco Bolognese, os números representam um crescimento expressivo para o setor.

“Nosso último trimestre foi excelente, demonstrando que imóveis de alto e médio padrão voltaram a ser vendidos. A representatividade percentual desses imóveis nos primeiros três trimestres do ano passado foi muito baixa. Já no quarto trimestre de 2018 foi excelente”, destaca.

Acredita-se que, em face do atual cenário econômico e mudanças de governo, as condições estão melhorando para quem pretende comprar, e este é o momento de investir.

 Resultado Trimestre

 Ainda de acordo com o levantamento, das unidades residenciais vendidas, o modelo de maior participação é o de dois dormitórios, com 84,3% do total das unidades verticais, ou seja, 653 unidades. Em segundo lugar, aparece a tipologia de três dormitórios, com 92 unidades, o que representa 12% do total vendido. As unidades com até 50 m² representam a maior venda líquida (74,%). Desse total, (92,3%) equivale às vendas verticais, (6,6%) em unidades horizontais,e (1,2%) em unidades comerciais.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.