Domingo, 19 de Maio de 2019
ENSINO SUPERIOR

Implantação de cursos de Medicina no AM não será afetada por suspensão, diz MEC

Parintins, Itacoatiara e Manacapuru foram selecionados para receber novos cursos de Medicina no mês passado. Nesta quinta (5), Ministério da Educação anunciou que a criação de novas vagas está suspensa por cinco anos



med.JPG
Foto: Euzivaldo Queiroz
05/04/2018 às 20:31

A implantação do curso de Medicina em mais três cidades do Amazonas não será afetada pela decisão do Ministério da Educação (MEC) de suspender a criação de graduações da área pelos próximos cinco anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Ministério.

No último dia 21 de março, prefeitos e representantes da área de saúde dos municípios de Parintins, Itacoatiara e Manacapuru assinaram o termo de compromisso para a implantação dos cursos de Medicina. Nesta quinta-feira (5), o MEC suspendeu a criação de novos cursos e a ampliação de vagas, justificando a medida pela necessidade de se fazer uma avaliação e adequação da formação médica no Brasil.

Segundo o MEC, os municípios que já pactuaram vagas dos cursos de Medicina não serão afetados pela suspensão. Diante da assinatura do termo de compromisso, o passo seguinte é a abertura de edital para seleção de mantenedoras das universidades.

“O edital não será cancelado e vai ocorrer normalmente. No momento, as cidades foram pré-selecionadas. Dessa forma, é preciso que haja mantenedora interessada e que respeite todos os critérios estabelecidos no edital em cada um dos municípios”, afirmou o ministério em nota.

A previsão é que a entrega dos cursos seja feita em dezembro deste ano. Em março, além das três cidades amazonenses, mais 25 municípios do País assinaram o termo para a implantação do curso de Medicina.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.