Publicidade
Cotidiano
Notícias

Implurb não está nem aí para abusos noturnos na praia da ponta negra

Segundo o diretor-presidente, Roberto Moita, quando um cidadão bebe e dirige, ele assume o risco sobre a própria vida 13/08/2013 às 09:11
Show 1
Presidente do instituto diz que quem vai à praia em horário proibido assume o risco
Steffanie Schmidt ---

A praia da Ponta Negra deverá continuar lotada no período noturno. Pelo menos no que depender do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb). Segundo o diretor-presidente, Roberto Moita, quando um cidadão bebe e dirige, ele assume o risco sobre a própria vida. O mesmo vale para quem se arrisca ao tomar banho fora do horário permitido no Rio Negro.

Esse foi um ponto discutido à época da formalização do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), segundo ele. “Não é papel do município ser onipresente na guarda do cidadão a esse ponto. Na praia da Ponta Negra está clara a recomendação de que fora do horário o banho compromete a segurança. Quem esta lá, sabe disso”, afirmou Moita. Ele ressaltou que as autoridades que assinaram o TAC concordaram com a premissa. “Não podemos dispor de servidores, civis ou militares para isso”, disse.

Questionado se caso algum acidente ocorresse no período noturno, na praia, não poderia colocar o TAC em risco e a praia voltar a ser fechada, Moita afirmou que ficou claro, na época, que quem voltasse após as 17h para a água, estaria assumindo o risco por conta própria.

Publicidade
Publicidade