Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Notícias

Incêndio destrói galpão de recauchutagem na Zona Sul de Manaus

Armazém também funcionava como residência e teve perda total. Bombeiros ainda estão no local fazendo o rescaldo da operação



1.jpg Incêndio começou durante a madrugada e os bombeiros ainda estão no local fazendo o rescaldo da operação.
25/10/2014 às 08:34

Um incêndio na madrugada deste sábado (25) destruiu um galpão de recauchutagem de pneus na rua LG, na comunidade da Sharp, na Zona Sul de Manaus. O local funcionava também como residência onde moravam sete pessoas, que não se feriram com o acidente. Os bombeiros permanecem no local onde já foi gasto na ação mais de 70 mil litros de água.

As chamas começaram por volta das 2h30 e o Corpo de Bombeiros foi acionado às 2h56, levando oito minutos para chegar ao local. Os militares foram chamados para apagar um incêndio em uma residência, mas quando chegaram à comunidade, que fica próximo ao Distrito Industrial 2, se depararam com um galpão de alvenaria que funcionava uma empresa de recauchutagem de pneus.


Por conta da quantidade de matéria altamente inflamável, o trabalho dos bombeiros se tornou ainda mais complicado. Mesmo com a ação rápida dos brigadistas o local ficou totalmente destruído pelas chamas. Paredes do prédio desabaram e parte do telhado veio abaixo por conta do forte calor. O proprietário do local, Alcir Matos de Souza, não soube explicar como o fogo teria começado. Ele e as outras pessoas da casa conseguiram sair ilesos do incêndio.

Foram utilizados na ação, cinco viaturas, sendo quatro caminhões de combate a incêndio e uma unidade de resgate. Foram utilizados cerca de 70 mil litros de água para conter as chamas e uma equipe da Corporação ainda está no galpão para fazer o rescaldo e evitar qualquer novo foco de incêndio no local.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.