Terça-feira, 31 de Março de 2020
ECONOMIA

Índice de Confiança do Empresário Industrial é de 41,3 pontos, diz CNI

A CNI informou que o crescimento do índice em 4,5 pontos frente a abril foi o mais expressivo desde o início da série histórica do Icei, em janeiro de 2010



linha-de-producao_volkswagem-taubate_31082015_005.jpg Índice do Empresário Industrial chegou a 41,3 pontos em maio, mas segue abaixo de 50, significando que ainda há falta de confiança
16/05/2016 às 14:45

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado hoje (16) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), atingiu 41,3 pontos em maio, o maior patamar em 16 meses. Apesar da alta, o índice segue abaixo de 50 pontos. Quando o Icei fica aquém desse número, ainda há falta de confiança.

A CNI informou que o crescimento do índice em 4,5 pontos frente a abril foi o mais expressivo desde o início da série histórica do Icei, em janeiro de 2010. Na comparação com maio de 2015, houve crescimento de 1,7 ponto.



Entre os setores, a indústria extrativa é o mais confiante este mês, com o indicador em 45,4 pontos. Em segundo lugar, figura a indústria da transformação, com 41,3 pontos e, em último, a indústria da construção, com 40,4 pontos. Em todos os setores, houve alta em relação a abril deste ano e a maio de 2015.

Com relação ao tamanho da empresa, as grandes são as mais otimistas. O índice de confiança entre elas ficou em 43 pontos em maio. Para as empresas médias, atingiu 40,2 pontos e, para as pequenas, 38,8 pontos. Em todos os casos, houve crescimento ante abril deste ano e ante maio do ano passado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.