Domingo, 22 de Setembro de 2019
Notícias

Índios realizam manifesto contra emendas de demarcação de terras índigenas no AM

A ação promovida pelos povos da região do Alto Solimões aconteceu em apoio a Semana Nacional de Mobilização Nacional, que ocorreu em todo o país na primeira semana de outubro



1.jpg Os índios fizeram uma passeata pacífica pelas principais ruas de tabatinga, onde exigiam respeito ao povo indígena
05/10/2013 às 11:07

Aproximadamente 300 índios das etnias Ticuna, Kokama, Kambeba e Kanamari realizaram na sexta-feira (4) um manifesto no município de Tabatinga (localizado a 1.108 quilômetros de Manaus em linha reta) em prol da Mobilização Nacional Indígena em defesa da Constituição Federal. Os índios são contra as iniciativas do Congresso Nacional e do Governo Federal sobre demarcação de terras indígenas e usufrutos exclusivos previstos nas emendas constitucionais 215 e 237.

Uma carta dos povos indígenas do Alto Solimões foi redigida em forma de repúdio ao Projeto de Emenda Constitucional 215/00, que retira da Fundação Nacional do Índio (Funai) os estudos e a demarcação de terra, violando o direito dos indígenas de uso da terra, além da comercialização de terreno das áreas indígenas.


A ação promovida pelos povos da região do Alto Solimões aconteceu em apoio a Semana Nacional de Mobilização Nacional, que ocorreu em todo o país na primeira semana de outubro, em comemoração aos 25 anos da regulamentação da Constituição Federal, que define os direitos de indígenas, minorias, consumidor e meio ambiente, por meio da lei.

Os índios fizeram uma passeata pacífica pelas principais ruas de tabatinga, onde exigiam respeito ao povo indígena.

Mobilização Nacional

Lideranças indígenas do Vale do Javari, localizado no Amazonas, estiveram na última terça-feira (1) na sede da Funai, em Brasília, em protesto aos empreendimentos que causam impactos as suas terras como na exploração de gás e petróleo. Uma reunião foi realizada entre os índios e representantes da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), sobre os objetivos dos procedimentos que serão realizados durante a ação.

Segundo os representantes da ANP, as pesquisas sobre as potencialidades das áreas onde pode ocorrer a exploração de gás natural estão sendo realizadas fora das terras indígenas e não prejudicam os índios que vivem nesses locais.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.